Publicidade
Entrevistas

Entrevista: Gil Cruz, sócio da Go!

Profissional detalhou ao MKTEsportivo o trabalho da agência à frente dos perfis de Diego Souza nas redes sociais e a criação de sua marca

1 ago, 2016 Escrito por MKT Esportivo

Passada a Copa do Mundo de 2014 e prestes a entrarmos em mais um grande evento esportivo, o ambiente digital nunca esteve tão em destaque nos planejamentos de marketing de players envolvidos no nosso segmento como nos últimos quatro anos.

Com clubes e esportistas intensificando suas presenças em redes sociais e buscando entregar cada vez mais conteúdos de qualidade, empresas têm focado seus serviços exclusivamente no online para potencializar e qualificar este relacionamento.

Neste sentido, conversamos com Gil Cruz, sócio da Go! Marketing Esportivo, que tem o meio campo Diego Souza, do Sport, como um dos seus principais clientes e tem desenvolvido um trabalho muito bacana no setor.

 

Gil, a Go! Marketing Esportivo nasceu, primeiramente, como um portal de notícias/análises com colaborações de estudantes e interessados da área. Este ano, ela acabou virando uma agência de marketing esportivo focada em geração de conteúdo, gestão de imagem e ativação. Nos conte sobre este processo transitório e as naturais dificuldades encontradas neste início.

A Go! nasceu com o objetivo de entender o mercado esportivo e com o passar dos anos, fomos analisando os gaps existentes e como poderíamos mudar esse panorama: sendo assim, nossa missão tornou-se potencializar o esporte como um agente transformador da sociedade, por meio de diferentes serviços.

Quanto às dificuldades, acreditamos que não fogem muito das que os empreendedores brasileiros enfrentam: altas taxas e burocracia a todo momento. Contudo, já estamos numa fase que esse tipo de situação já está controlada. Aproveito para agradecer aos outros profissionais da agência: Arthur Bôa e Leonardo Machado.

 

O primeiro cliente da agência foi o Diego Souza, cuja presença nas redes sociais foi intensificada e uma marca própria, a DS87, foi criada pela Go!. Para promover estas duas frentes, foi fundamental o retorno do atleta para o Sport, onde o mesmo teve grande aceitação por parte dos torcedores e bom desempenho em campo?

Sem dúvida alguma. O retorno ao Sport foi fundamental para expandir a presença digital e consolidar a marca DS87 em âmbito nacional. Defender as cores de um clube onde é ídolo e vem tendo uma ótima performance dentro das quatro linhas impulsiona ainda mais os resultados no seu site e mídias oficiais.

 

Nesta nova fase do perfil, nota-se uma presença constante de ações com os torcedores e a inserção dos mesmos dentro dos conteúdos. Este é um dos pilares de sustentação do perfil? Esta estratégia tem refletido em um aumento da participação dos seguidores em posts que não necessariamente sejam “promocionais”?

Com certeza. Entendemos que a aproximação entre o torcedor (fã) e o ídolo (Diego) é importantíssima e a resposta que temos é fantástica. Os números estão aí para comprovar: ultrapassamos as 42 mil curtidas no facebook, dobramos o número de seguidores no instagram e crescemos consideravelmente no twitter. Isso sem mencionar os indicadores de engajamento das contas oficiais e o número de acessos no site oficial.

Outra iniciativa da Go! foi a criação da liga oficial do Diego no Cartola FC, mais uma novidade voltada 100% ao fã, que a cada dia tem centenas de novas solicitações.

Vale lembrar que o site oficial hoje reúne, além de vídeos e fotos da carreira do Diego, um espaço exclusivo para seus fãs e notícias sobre jogos, entrevistas e acontecimentos em geral. Através da campanha #FechadoComDS, os fãs tem a oportunidade de enviar fotos/homenagens com mensagens diretamente para o seu ídolo, que seleciona as melhores e divulga nas suas contas oficiais.

13103372_1056335414445235_5670284319936678320_n

Além do Diego Souza, a Go! atende o lutador de MMA Caio Uruguai. Trabalhar com atletas é o core da agência ou o objetivo é que a atuação dentro do esporte seja 360?

O objetivo da Go! é ter uma atuação 360º dentro do mercado esportivo. Seja com atletas ou empresas, nossa intenção é mostrar que o esporte e todas suas vertentes são verdadeiras potências, quando bem estruturadas, planejadas, executadas e mensuradas. Temos a oportunidade de começar com um grande case, que é o Diego, mas também de trilharmos juntos a construção de uma marca forte para o Caio Uruguai, que é o futuro do MMA brasileiro.

 

Como profissional, como você avalia o trabalho feito em fan pages de clubes e atletas em relação a curadoria de conteúdo que vai ao ar, ativações de marca e quantidade de material divulgado? Se possível, cite alguns cases positivos e negativos .

Na nossa visão, o trabalho digital feito tanto por clubes quanto por atletas é um trabalho que vem evoluindo a cada dia, sempre acompanhando e explorando as novidades que as próprias plataformas oferecem. Um bom exemplo disso é o “Live” do Facebook. Utilizamos para divulgar os bastidores da participação do Diego no Bolívia Talk Show e os resultados foram impressionantes, tanto em relação a novos seguidores quanto a expectativa que foi criada para o lançamento oficial da edição do programa, que em menos de uma semana já ultrapassou a barreira das 416 mil visualizações.

Acreditamos que a gestão de imagem vai muito além de mídias sociais. Partimos da premissa que a diferença entre o “online” e “offline” hoje praticamente não existe mais. Portanto, planejar uma comunicação integrada e personalizada é o que oferecemos para cada cliente ou potencial cliente. Falando especificamente do Diego, buscamos desde o início explorar não só o lado jogador de futebol, por meio de transmissões em tempo real dos jogos e o acompanhamento do dia a dia de trabalho, mas também a sua relação com a família, amigos, fãs e todos ao seu redor.

marketing)