Atletas

Fabricio Werdum e a polêmica envolvendo a parceria UFC e Reebok

Após criticar abertamente a marca através do seu Instagram, lutador brasileiro perdeu posto de comentarista da Fox Desportes

31 out, 2016

A chegada da Reebok ao fornecimento de material esportivo do UFC desagradou muitos lutadores. A exclusividade imposta pela marca fez com que muitos reivindicassem melhores condições financeiras para que deixassem de promover suas respectivas parceiras no octógono. José Aldo foi um deles. Sua insatisfação, porém, durou apenas um ano, já que o mesmo fechou patrocínio com a própria empresa posteriormente.

No começo da última semana foi a vez de Fabricio Werdum utilizar seu Instagram para criticar a Reebok e, aproveitando a publicação, exaltar sua atual parceira, a Nike. Veja:

Não sou genérico, sou @nike desde criancinha! #chupa #mishuevos #reebok ????????

Uma foto publicada por Fabricio Werdum (@werdum) em

Esta crítica absolutamente direta fez com que o lutador brasileiro sofresse uma primeira represália, que não veio do UFC (não diretamente). Após três anos, Werdum deixará de de integrar a equipe de comentaristas do UFC da Fox Deportes para América Latina. Tudo por conta de um anunciante em especial da emissora: a Reebok.

O lutador utilizou novamente seu perfil na rede para anunciar sua demissão e deixar clara que sua insatisfação com o acordo entre UFC e Reebok se dá pelo montante financeiro. Segundo ele, se os seus ganhos por luta eram de até US$ 200 mil a partir de acordos pontuais, com a chegada da empresa o valor não passa de US$ 5 mil.

Importante ressaltar que a Reebok não impede que os atletas tenham patrocinadores próprios, proíbe “apenas” que elas estejam estampadas nos uniformes de luta, o que naturalmente limita drasticamente a exposição das mesmas.

Esclarecendo a polêmica sobre @reebok @ufc @ufc_brasil @sherdogdotcom / // I just want to make everything clear about my post of @Nike and @Reebok. I did this to protest about the sponsorship. Before Rebook got into UFC all the fighters use to make a lot of money with other sponsors, including me, and now they are paying me only $5,000 per fight. I didn’t get penalized because I have no contract with them, but they cut me out of the tv broadcast.

Um vídeo publicado por Fabricio Werdum (@werdum) em