Indústria

A “coincidência” do comercial da Budweiser para o Super Bowl com o atual momento dos EUA

Cervejaria contará a história de Adolphus Busch, fundador da empresa que saiu da Alemanha rumo ao país

31 jan, 2017

Você leu por aqui sobre a estratégia que a Anheuser-Busch preparou para os seus três minutos que terá no Super Bowl. Detalhando um dos seus comerciais, a Budweiser, marca do grupo, vai utilizar 60 segundos para contar a história de Adolphus Busch, um dos fundadores da empresa que em 1857 saiu da Alemanha rumo a St. Louis, nos Estados Unidos.

O “Born the Hard Way” apresenta os primeiros passos de Busch para criar a maior cervejaria do mundo. Retratando o “sonho americano”, o vídeo termina com Busch tomando uma cerveja com Eberhard Anheuser (uniu ambos sobrenomes?).

Um dos pontos mais curiosos do material que será divulgado pela Budweiser é sua coincidência com o atual momento vivido pelos Estados Unidos e as ações tomadas pelo presidente Donald Trump em relação aos estrangeiros que vivem no país. Segundo a empresa, que é um verdadeiro ícone norte-americano, embora tenha registrado queda em suas vendas no seu mais recente balanço, em nenhum momento ele foi pensado para servir como uma bandeira política.

Estima-se que a Bud tenha investido cerca de US $ 3 milhões para produzir o anúncio, fora os US$ 5 milhões por 30 segundos na Fox.