Opinião MKT

Especial | YouTube Tv chegará ao mercado com conteúdo esportivo

Focado exclusivamente na demanda digital e mobile, nova plataforma do Google trará canais da ESPN e Fox Sports

1 mar, 2017

Por Eduardo Esteves

 

Se Netflix, Amazon, Apple Tv e influenciadores colocaram em dúvida o futuro da Tv tradicional e à cabo, o YouTube mostra que existe ainda muita demanda a ser atendida, porém, no ambiente digital. O Google anunciou ontem os primeiros detalhes da YouTube Tv, uma nova plataforma de “Tv” por assinatura por US$ 35 mensais (e sem taxa de cancelamento).

Após um, digamos, insucesso do YouTube Red, ferramenta para visualizar vídeos sem anúncios e que possibilita salvar filmes para assistir offline, a YouTube Tv chegará amparada no conceito mobile first, ou seja, o site espera que os clientes passem a maior parte do tempo consumindo conteúdo através dos seus smartphones. Importante ressaltar que a plataforma também estará acessível aos notebooks e TVs tradicionais, neste caso, através do Chromecast, do Google.

youtube-tv

De acordo com profissionais da empresa, a YouTube TV oferecerá um pacote simples, que incluirá a gama de canais ligados à Fox, ABC, CBS e NBC. Neste caso, serão cerca de 36 disponíveis. O diferencial, segundo o YouTube, estará no melhor serviço oferecido, embora possa ter a mesma programação que seus concorrentes, como Sony, AT&T e outros. Por não ter entrado em acordo com o Grupo Turner, por enquanto, nada dos seus canais na plataforma.

Sobre o nosso segmento,  grupos de mídia esportiva farão parte da grade de programação, como a ESPN (1, 2 e U), Fox Sports (e Fox Soccer Plus para algumas regiões) e Comcast SportsNet, que possuem os direitos da NBA e MLB. Como o YouTube também está fechando parcerias com emissoras locais, programas esportivos também estarão presentes.

Ainda sem data para ser lançado oficialmente, inicialmente, a plataforma estará disponível apenas para algumas cidades dos Estados Unidos. Ratificando cada vez mais a migração do consumo de conteúdo para o ambiente digital, o lançamento do YouTube pode atingir em cheio o anseio da atual geração, cada vez mais inclinada aos serviços oferecidos pela Netflix e demais dispositivos on-demand.

youtube_tv