Publicidade
Patrocínio

Cervejarias deixam uniformes da Premier League

Chang, com o Everton, representava o último acordo do tipo. Tal fato não ocorria desde 1992

10 jul, 2017 Escrito por MKT Esportivo
cerveja_premier

O futebol, em sua mais profunda essência, ainda respira na Inglaterra. Tudo por conta de ser um dos poucos países onde a cerveja é liberada nos estádios. Em determinadas áreas, é verdade, mas uma rígida restrição (ou proibição) passa bem longe por lá.

Porém, a próxima temporada da Premier League trará uma baixa comercial muito interessante. Com a saída da Chang da cota máster do Everton (SportPesa assume o espaço), nenhuma cervejaria aparecerá estampada nas camisas dos clubes da elite inglesa em 2017/18. Tal fato não ocorria desde 1992, ano de criação da PL.

A presença de marcas do segmento nos uniformes da Premier League bateu recorde na temporada 95/96, quando cervejarias figuravam nas camisas de cinco equipes. Para muitos fãs da liga mais badalada do mundo, este modelo de patrocínio foi marcado pela Newcastle Brown Ale, com o Newcastle de 91 a 2000, e a Carlsberg, no Liverpool de 92 a 2010.

Naturalmente, muitas delas seguirão na categoria “cerveja oficial” ou a partir de patrocínios regionais para impactar fãs de determinados países. Hoje, a Star Lager Beer é parceira de Arsenal e Manchester City, enquanto a Singha está no portfólio de Chelsea e Manchester United.

cerveja_premier_

 

Comentários