Patrocínio

Liberty Media coloca champagne de volta ao pódio da F1

Nova parceria encerra acordo com a Chandon, que fornecia espumante aos três primeiros colocados

1 ago, 2017

A F1 anunciou uma importante mudança no seu portfólio de parceiras e que já tem impactado a festa do pódio desde o GP de Mônaco. A partir de agora, a francesa Carbon é a nova fornecedora oficial de bebidas da categoria. Desta maneira, a marca já assumiu o lugar da Chandon, que disponibilizava vinho espumante, e colocará novamente champagne na festa reservada aos três primeiros colocados.

As garrafas que são oferecidas aos pilotos contam com marcadores de ouro, prata e bronze, e são revestidas com a mesma fibra de carbono utilizada na fabricação de carros de corrida. Elas terão um preço de mercado de US$ 3 mil cada.

Nos últimos quinze anos, esta foi uma categoria de patrocínio que sofreu constantes mudanças na F1. Até 2000, a Moët era a fornecedora oficial do segmento na categoria. De 2000 até 2015, a Mumm, da Pernod Ricard, assumiu o posto. Nos últimos dois anos, a Chandon, submarca da Moët, figurava no pódio.

Liberty Media foi a responsável pela chegada da marca francesa.

SportBizLatam SP 20 off hasta 15 agosto mkte