Publicidade
ESPORTS

O que a PUMA tem a dizer sobre a ausência da Itália na Copa do Mundo de 2018?

Na Rússia, marca alemã estará com apenas duas seleções

17 nov, 2017 Escrito por MKT Esportivo
puma_italia

Na última segunda-feira (13), a eliminação da Itália ainda na repescagem da Copa do Mundo de 2018 tomou o noticiário esportivo global. Muito se especulou a respeito do reflexo financeiro, comercial e de merchandising que o fato causaria daqui em diante. E a PUMA, fornecedora de material esportivo da Azzurra, se posicionou, esfriando os ânimos de possíveis concorrentes.

De acordo com a marca, ela está pronta para compensar a (provável) diminuição da comercialização de camisas e que a ausência da Itália na Copa do Mundo não alterará suas estimativas para o período. Se as ações da alemã caíram ligeiramente no dia seguinte à eliminação, elas já voltaram a valorizar no decorrer da semana.

De acordo com a Bloomberg, que entrevistou um profissional ligado ao setor de vestuário, o varejo pode sentir um impacto negativo de US$ 140 milhões sem as vendas de aproximadamente 1.5 milhão de peças (estimativa). Entre 2009 e 2010, quando a Azzurra foi à África do Sul para defender o tetra, ela se aproximou de 2 milhões de camisas vendidas.

Na Rússia, a PUMA estará nos uniformes de apenas duas seleções, Uruguai e Suíça, quando na Copa do Mundo no Brasil ela esteve no peito de oito equipes.

italia_puma

Comentários