Indústria

Major League Baseball fecha acordo para desenvolver baseball na China

Objetivo é que chineses possam aprender técnicas da modalidade juntamente com o currículo escolar tradicional

26 dez, 2017

A Major League Baseball fechou na semana passada uma parceria válida por 10 anos com a estatal Beijing Enterprises Real-Estate Group Ltd que terá como principal objetivo aumentar a popularidade do baseball na China. O grupo é uma subsidiária da Beijing Enterprises Group Company Limited e está ligado aos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que será realizado em Pequim.

A parceria focará na expansão do número de campos de baseball no país. Para o curto e médio prazo, a ideia é ter pelo menos 20 centros de desenvolvimento onde alunos chineses de 7 a 12 anos possam aprender técnicas da modalidade juntamente com o currículo escolar tradicional.

Hoje, a China conta com três centros de desenvolvimento da MLB, em Wuxi, Nanjing e Changzhou. Eles já enviaram três jogadores para clubes da liga norte-americana. Em 2008, Dodgers e San Diego Padres desembarcaram no país para partidas de pré-temporada. No ano passado, a liga assinou sua primeira parceria de mídia nacional no país com a emissora Le Sports.

Extremamente popular em países como Japão e Coreia do Sul, a expansão do esporte na China segue a passos lentos. Em 2015, o ministro dos esportes propôs um plano de 10 anos para desenvolver o baseball dentro de uma indústria que movimenta hoje quase US $ 7.6 bilhões e atrai “apenas” 20 milhões de simpatizantes (para efeito comparativo, o país tem cerca de 300 milhões de fãs de basquete).

China - Major League Baseball - Summer training camp