Indústria

Fundador do Alibaba adquire participação no Brooklyn Nets, da NBA

Sem valores divulgados, Joseph Tsai será dono de 49% da equipe tendo a opção de aumentá-la em 2021

13 abr, 2018

A temporada regular da NBA terminou e as movimentações nos bastidores parecem ter iniciado. Hoje, o bilionário russo Mikhail Prokhorov, dono do Brooklyn Nets, oficializou a venda de uma participação minoritária de 49% da equipe para Joseph Tsai, vice-presidente executivo e co-fundador da gigante chinesa de comércio eletrônico Alibaba.

A venda não fará Prokhorov deixar a franquia, já que ele continuará a ter controle maioritário através da Onexim Sports and Entertainment Holding. O Barclays Center, casa dos Nets, não entrou na negociação e continuará sendo de propriedade da agência.

Pelo acordo, cujos termos não foram divulgados, Tsai terá a opção de adquirir novas ações em 2021, o que faria dele o principal dono do Brooklyn Nets. Segundo a Reuters, o investimento de Tsai para comprar parte da equipe a valorizou em US$ 2.3 bilhões.

“Como torcedor do esporte ao longo da vida, tenho muito orgulho de me juntar à propriedade do Nets e à família da NBA. Eu morava em Nova York nos primeiros anos da minha carreira, e a cidade ocupa um lugar especial no meu coração. Compartilho a visão e a cultura que Mikhail Prokhorov, o diretor executivo Brett Yormark, o gerente geral Sean Marks e o treinador Kenny Atkinson criaram, e estou ansioso para fazer parte dessa grande franquia”, destacou Tsai.

A venda ocorre após Washington anunciar novas sanções contra empresários, empresas e autoridades do governo russo em resposta às “atividades malignas” realizadas pelo Kremlin em todo o mundo. Em uma recente publicação em seu Twitter, Donald Trump disse que as relações entre Rússia e EUA estão em seu “pior momento na história, incluindo durante a Guerra Fria“.