Patrocínio

UEFA não renova com Konami e abre espaço para a EA Sports

Entidade europeia procura uma nova parceira que esteja envolvida diretamente no universo dos eSports

18 abr, 2018

Juntos desde 2008, a UEFA não irá renovar seu acordo de licenciamento com a Konami. Após a Copa do Mundo de 2018, a desenvolvedor de videogames deixa o portfólio da organização que agora irá focar em ingressar forte nos eSports. Por este motivo, há fortes indícios que um acordo com a EA Sports, concorrente direta da atual parceira, seja firmado.

Em meio a efervescência dos eSports, sabe-se que a norte-americana tem trabalhado ativamente em prol de torneios oficiais da modalidade. Hoje, a produtora do game FIFA é parceira de diversos clubes e ligas como LaLiga, Premier League e a Ligue-1, além de compartilhar os direitos da Bundesliga. Há ainda um acordo com a FIFA para uma série de torneios pelo mundo.

O desenvolvedor que fechar um contrato com a UEFA irá adquirir a licença para explorar em seus jogos os nomes das competições organizadas pela entidade, como a Champions League, Europa League e a EURO.

“A Konami tem sido uma grande parceira de licenças para a Champions e Europa League. Nossa marca tem desempenhado papel de destaque no game ProEvolution Soccer e nos torneios de eSports que a empresa organizou”, explicou Guy-Laurent Epstein, diretor de marketing da UEFA. Jonas Lygaard, diretora sênior de desenvolvimento da Konami, destacou que a parceria proporcionou à empresa a “possibilidade de criar experiências únicas aos torcedores de todo o mundo”. A profissional ainda deixou claro que o foco será diferente de agora em diante, ainda que a empresa tenha interesse em continuar a explorar alternativas para que ambas continuem a colaborar e a relação permanece forte.

Sobre a aliança entre a EA e a FIFA, a suíça transformou o antigo “Fifa Interactive World Cup” em um jogo mundial que iniciou a disputa em novembro e terá as finais apenas em julho próximo, valendo vaga para o torneio decisivo em agosto. Para isso, a entidade contará com o apoio e o suporte do setor de esportes de sua parceira.

O “Road to the Fifa World Cup” abrange o novo “Fifa Global Series 18”, torneio oficial de qualificação para o evento principal, o “Fifa World Cup 18 Grand Final”. As finais serão disputadas por 64 jogadores do PlayStation 4 e outros 64 do Xbox One, por meio do modo Ultimate Team, totalizando 128 jogadores.

“De acordo com a visão da Fifa, estamos satisfeitos em expandir nosso compromisso com o eSports. Este novo torneio atrairá mais fãs de futebol ao redor do mundo e inspirará sonhos, paixões e performances”, disse à época o diretor comercial da Fifa, Philippe Le Floc’h. “Estamos acelerando com o crescimento de jogos competitivos através do EA Sports Fifa Global Series 18, atraindo mais jogadores e nos conectando com mais fãs do que nunca”, revelou na oportunidade Todd Sitrin, vice-presidente e gerente geral da divisão de esportes da EA.

Ainda que possa existir uma motivação financeira por parte da UEFA, inegavelmente a EA Sports tem um peso e participação muito mais relevante nos eSports que sua concorrente. A nova parceira, contudo, ainda não foi definida.