Patrocínio

Após crítica de Tite, Mastercard muda campanha com Neymar e Lionel Messi

Agora, empresa irá doar 1 milhão de refeições independentemente do número de gols marcados pelos jogadores

4 jun, 2018

Após uma tentativa de polemizar em torno da importante campanha lançada pela Mastercard, e que destacamos primeiro no início de abril, a empresa de cartões decidiu mudar o approach da ação.

Como detalhamos, inicialmente, a ‘Juntos somos 10‘ prometia ajudar o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas com a doação de 10 mil refeições para pessoas carentes a cada gol de Neymar e Lionel Messi durante a Copa do Mundo 2018.

Durante uma coletiva, ao ser perguntado sobre a campanha da patrocinadora da Seleção Brasileira, Tite aprovou a iniciativa mas deixou claro que não favorecia o espírito de jogo coletivo do futebol. “É muito bonita essa doação em relação à entidade assistencial. É linda, grande. Assim como é grande também vocês darem pratos se todos os atletas da Argentina e do Brasil marcassem um gol. Assim como é grande também vocês darem pratos se todos os atletas da Argentina e do Brasil marcassem um gol. A gente trabalha enquanto equipe e com todos esses valores pode frustrar um pouquinho”, disse o treinador.

Após a repercussão na imprensa e redes sociais, a Mastercard decidiu atender aos pedidos e embarcar no clamor popular. Agora, além dos jogadores permanecerem como embaixadores do programa, a empresa se prontifica a doar 1 milhão de refeições independentemente do número de gols marcados pela dupla.

Nós na Mastercard ouvimos os comentários sobre a nossa campanha na América Latina com os embaixadores da marca, Messi e Neymar Jr., em apoio ao Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP). Não queremos que torcedores, jogadores ou qualquer pessoa perca o foco na questão crítica da fome e em nossos esforços para aumentar o apoio a essa causa. Com isso, estamos ajustando a campanha ao substituir a doação de 10 mil refeições por gol feito por Messi ou Neymar Jr. por uma doação de 1 milhão de refeições em 2018, além das 400 mil refeições que já havíamos doado desde o início desta campanha.

Queremos reforçar que nosso compromisso global de 100 milhões de refeições vai além desta iniciativa e a Mastercard continuará sendo um dos muitos agentes engajados em reverter o ciclo da pobreza mundialmente. Agradecemos aos embaixadores da nossa marca que continuarão a desempenhar um papel fundamental para nos ajudar a aumentar a conscientização sobre esta causa“, justificou a companhia ao se posicionar de maneira oficial.

O movimento é uma ação de apoio ao Programa Mundial de Alimentos (WFP) da Organização das Nações Unidas (ONU). A iniciativa contemplará crianças e adolescentes da América Latina e do Caribe.