Publicidade
Patrocínio

Chelsea oficializa acerto com a Hyundai para manga por £ 40 milhões

Montadora sul-coreana será patrocinadora dos Blues até 2022

11 jun, 2018 Escrito por MKT Esportivo

O MKTEsportivo antecipou no dia 12 de maio que a Hyundai assumiria a manga da camisa do Chelsea. O clube inglês oficializou hoje a chegada montadora em um contrato que irá até o final da temporada 2021/2022 e renderá um total de £ 40 milhões.

“No Chelsea, nos orgulhamos da parceria com algumas das principais empresas do mundo e esperamos trabalhar de perto com a Hyundai, que busca recompensar, engajar e entreter nossa base de fãs global”, declarou o diretor comercial do Chelsea, Chris Townsend.

“Assim como sempre colocamos o cliente em primeiro lugar, sempre posicionamos os fãs no centro de nossas atividades durante todo o nosso longo envolvimento no futebol. Nós estaremos adotando a mesma abordagem com os fãs do Chelsea desde o início dessa nova parceria. Juntamente com a nossa parceria existente com o Lyon, isto marca o início de uma nova abordagem de patrocínio pan-europeu que incluirá outros clubes que estão no topo na Europa”, detalhou Andreas-Christoph Hofmann, vice-presidente de marketing e produto da Hyundai Motor.

Com o acordo confirmado, a Hyundai substituirá a Alliance Tyres, subsidiária da Yokohama Tyres, que havia assinado contrato de um ano na última temporada. A Yokohama, por sua vez, segue com o patrocínio máster dos Blues.

O patrocínio ao Chelsea marca a entrada da montadora sul-coreana no mercado britânico. Pelo acordo, a Hyundai fornecerá os carros usados pelos jogadores, desfrutará de placas de publicidade no Stamford Bridge e ainda terá direitos de mídia e conteúdo digital. O clube aproveitou o anúncio e, entre os atletas que vestem a nova camisa já com a marca da Hyundai, foram colocados alguns fãs.

Nas últimas semanas dois grandes ingleses fecharam acordos para o mesmo espaço. Enquanto o Arsenal acertou com o governo de Ruanda para promover o turismo no país africano, o Manchester United também fechou o primeiro aporte do tipo em sua história com a fabricante americana de louças e metais Kohler.