Publicidade
Atletas

Com países em conflito, Nike cancela fornecimento de chuteiras para o Irã

Posicionamento adotado pela marca é fruto das novas sanções dos Estados Unidos contra o país do Oriente Médio

11 jun, 2018 Escrito por MKT Esportivo
Array
(
    [error] => Array
        (
            [message] => (#4) Application request limit reached
            [type] => OAuthException
            [is_transient] => 1
            [code] => 4
            [fbtrace_id] => HsV8TJAKU8F
        )

)

Compartilhe

  • Linkedin
    Linkedin
  • whatsapp
    Whatsapp
10Total

A Nike confirmou hoje que cancelou o fornecimento de chuteiras para o Irã dias antes do pontapé inicial da Copa do Mundo 2018. Um comunicado enviado pela marca detalhou que ela foi proibida de enviar seus calçados para a equipe iraniana devido ao atual conflito entre os Estados Unidos e o país do Oriente Médio.

“As sanções dos EUA significam que, como uma empresa norte-americana, a Nike não pode fornecer chuteiras para jogadores da equipe nacional iraniana neste momento. As sanções aplicáveis ​​à Nike existem há muitos anos e são aplicáveis ​​por lei”, disse.

Segundo fontes que acompanham a preparação do Irã para o Mundial, a decisão da marca deixou a delegação “desconcertada”, já que a gigante americana manteve o fornecimento na Copa do Mundo de 2014 quando sanções semelhantes estavam em vigor.

“Os jogadores se acostumaram com seus equipamentos esportivos, e não é certo mudá-los uma semana antes de partidas tão importantes”, disse o português Carlos Queiroz, treinador da equipe.

A saída para os jogadores que preferem produtos da Nike foi recorrer a atletas não-iranianos para que eles emprestassem seus calçados, enquanto outros correram para comprar alguns pares em lojas especializadas.

Em maio, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que decidiu abandonar o acordo nuclear firmado com o Irã, retomando as sanções contra o país. Trata-se de uma das mais contundentes decisões de política externa do político desde o início do seu mandato. O acordo, negociado por Barack Obama, fez o Irã se comprometer a limitar suas atividades nucleares em troca do alívio em sanções internacionais.

No Grupo B da Copa do Mundo, o Irã inicia sua caminhada no torneio na próxima sexta-feira, quando irá enfrentar o Marrocos. Espanha e Portugal completam os duelos da primeira fase.

 

Comentários