Publicidade
Indústria

Especial | O mercado global de estádios inteligentes e as perspectivas para o esporte

Estudo recente aponta que setor de arenas tecnológicas deve movimentar US$ 12.5 bilhões até 2023

11 jun, 2018 Escrito por MKT Esportivo
Array
(
    [error] => Array
        (
            [message] => (#4) Application request limit reached
            [type] => OAuthException
            [is_transient] => 1
            [code] => 4
            [fbtrace_id] => E9to0Dfwe/C
        )

)

Compartilhe

  • Linkedin
    Linkedin
  • whatsapp
    Whatsapp
13Total

O mercado global de estádios inteligentes deve movimentar US$ 12.5 bilhões (€ 10.7 bilhões) até 2023. O estudo Smart Stadium Market by Software, Service, and Region – Global Forecast to 2023, realizado pela Research And Markets, empresa especializada em pesquisa de mercado, estima que este número esteja atualmente em US$ 4.6 bilhões.

O relatório prevê um aumento da taxa de crescimento anual em 22.1% nos próximos anos devido a um aumento no número de estádios construídos e reformados para se tornarem “inteligentes”.

Dentro do atual cenário, acredita-se que a Europa detenha a maior fatia do mercado, com um total de 1.335 arenas do tipo em todo o continente. Índia, Japão, China e Austrália são considerados os emergentes deste setor e deverão ganhar muito espaço nos próximos anos.

A região Ásia-Pacífico, por sua vez, foi citada como uma área de crescimento chave, com o relatório destacando que os países desta região estão “adotando rapidamente tecnologias digitais em estádios para aumentar a segurança e melhorar a experiência dos torcedores”.

A Research And Markets acredita que esta citada ‘transformação digital’ deve proporcionar benefícios imensuráveis aos donos de estádios e espectadores. “O conceito de estádio inteligente poderá integrar várias tecnologias, como gerenciamento de ingresso, gerenciamento de públicos, upgrade de poltronas, filas de banheiro, rede Wi-Fi, pedidos de alimentos, compra de produtos, atualizações de mídias sociais, incidentes e gerenciamento de resposta a emergências, iluminação inteligente e sistema integrado de segurança” detalhou a empresa em um comunicado.

Vale destacar também o aspecto financeiro, já que estes novos serviços integrados aos que os estádios já fornecem criam uma nova oportunidade de geração de receita para as equipes.

 

Comentários