Indústria

UEFA altera regulamento e libera cerveja em estádios dos seus torneios

Tendo a Heineken como principal beneficiada, medida valerá para EURO, Champions League, Europa League e UEFA Super Cup

27 jun, 2018

O comitê executivo da UEFA se reuniu esta semana e decidiu alterar uma regulamentação que cairá nas graças dos torcedores. A entidade mexeu no Artigo 36 do Regulamento de Segurança e Proteção que diz respeito à distribuição de álcool dentro de estádios durante os jogos que estão sob sua jurisdição.

Isso significa que todas as arenas poderão vender e servir bebidas alcoólicas a partir da temporada 2018/19. Champions League, Europa League e UEFA Super Cup estão entre os torneios impactados com a mudança. A UEFA buscou deixar bem claro que, apesar da alteração, irá respeitar as leis de cada país: “O organizador só poderá vender ou distribuir bebidas alcoólicas dentro do estádio ou em seus arredores se dentro dos limites permitidos pela legislação nacional e local“.




A novidade beneficiará também os patrocinadores da UEFA, principalmente a Heineken. A medida não irá alterar as práticas presentes em áreas de hospitalidade e camarotes, uma vez que os espaços já eram autorizados a servir bebidas aos seus convidados.

“Durante muito tempo os torcedores de futebol se sentiram injustamente tratados em comparação com torcedores de outros esportes como o rugby, por exemplo”, disse Ronan Evain, diretor executivo da Football Supporter Europe. “Não há absolutamente nenhuma evidência ou pesquisa para sugerir que proibir o álcool em um estádio tenha qualquer influência na prevenção ou redução da desordem relacionada ao futebol dentro e ao redor dele”, completou.

A alteração surge após inúmeros pedidos de clubes, torcedores e patrocinadores. Atualmente, especula-se que o sucesso da venda de cerveja nos estádios da Copa do Mundo da Rússia ajudou e apressou a mudança da entidade europeia. Neste caso, destaca-se a Budweiser, patrocinadora do Fifa.