Publicidade
Indústria

Cristiano Ronaldo na Juventus: Sporting e Nacional (POR) agradecem

Mecanismo de solidariedade segue beneficiando clubes portugueses que contribuíram para a formação do atacante

11 jul, 2018 Escrito por MKT Esportivo

Mesmo tendo deixado o Sporting em 2003, Cristiano Ronaldo segue dando lucros para a equipe que o revelou para o futebol mundial. Graças ao mecanismo de solidariedade criado pela FIFA para beneficiar os clubes formadores, os Leões seguem rentabilizando com o craque mesmo após quinze anos de sua saída.

Em 2009, quando trocou o Manchester United pelo Real Madrid por € 94 milhões, o Sporting divulgou ter recebido quase € 2.4 milhões. Agora, com sua saída para a Juventus por € 100 milhões (esta é a base do cálculo), os portugueses ficarão com € 2.25 milhões. Importante ressaltar que entre 2009 e 2018 o mecanismo sofreu algumas modificações, mantendo sua essência de valorizar financeiramente os clubes que desenvolvem os atletas.




Desta maneira, mesmo o jogador tendo deixado Alvalade em 2003 por € 15 milhões, dezoito anos depois esta mesma transferência já se aproxima dos € 20 milhões.

Sobre como funciona o mecanismo de solidariedade, explicando de maneira superficial, ele destina 5% do valor da transferência para os clubes que participam da formação do jogador dos 12 aos 23 anos. Sendo assim, no caso da ida de Cristiano Ronaldo para a Juventus, o Manchester United e o Nacional, da Madeira, ficarão com € 2.5 milhões e € 250 mil, respectivamente. Como está em outro escalão financeiro no futebol, o montante não fará muita diferença aos cofres dos Red Devils.

Como se vê, a porcentagem varia de acordo com a idade do jogador enquanto esteve dentro do clube: de 0.25% aos 12 anos até 0.5% do valor da transferência ao completar 23.