Atletas

Kevin Durant e Will Smith criam fundo para incluir negros na tecnologia

Intitulado Cultura, iniciativa contará com um investimento inicial de US$ 15 milhões

21 ago, 2018

Buscando promover mais diversidade racial no setor tecnológico, a Andreessen Horowitz, empresa americana de gestão de investimento no Vale do Silício, anunciou uma aliança com Kevin Durant, astro do Golden State Warriors, Will Smith e o empresário Richelieu Dennis, presidente executivo das marcas Sundial e Essence Ventures, para lançar um fundo de investimentos voltado para investidores negros.

De acordo com o Wall Street Journal, o fundo, intitulado Cultura, contará com um investimento inicial de US$ 15 milhões. Além disso, ele também poderá receber contribuições da Andreessen Horowitz que dispõe de US$ 1.5 bilhão.

“A Andreessen é uma das melhores empresas do mundo em tecnologia. Ter a oportunidade de ser parceiro dela em prol de um ambiente com maior inclusão racial no mundo da tecnologia é algo muito importante”, disse Richelieu Dennis em entrevista ao jornal.

Os recursos provenientes de taxas e juros serão doados pela empresa para organizações sem fins lucrativos que estejam focadas em impulsionar o envolvimento de negros na tecnologia. De acordo com um levantamento feito por Richar Kerby, sócio da Equal Ventures, aproximadamente 58% dos investidores em fundos são homens brancos e apenas 3% são negros. A reportagem ressalta ainda que nenhum dos 29 parceiros de investimentos da Andreessen Horowitz é negro.

Entre atletas da NBA, além de Durant, Carmelo Anthony e Kobe Bryant já criaram fundos milionários em prol de uma causa.