Patrocínio

Após longo veto, jogadores da NBA e MLB aparecerão em anúncios da Budweiser

Liberação de campanhas de bebidas alcoólicas com atletas é resultado de acordo da AB InBev com sindicatos

20 set, 2018

A Anheuser-Busch InBev (AB InBev), dona da marca Budweiser, anunciou esta semana um acordo com os sindicatos de jogadores da NBA e MLB, e colocará fim a uma proibição que durava 60 anos. Até aqui, a presença de atletas em campanhas publicitárias de bebidas alcoólicas era terminantemente proibida.

Agora, com o acerto, eles poderão figurar uniformizados em anúncios da Budweiser, até mesmo em imagens de jogo e falando diretamente para a câmera. O único empecilho, no entanto, é que eles não poderão segurar ou beber o produto.

“Uma de nossas principais iniciativas é garantir que nossas marcas sejam mais relevantes. Precisávamos evoluir a maneira como trabalhamos junto às ligas. Ser capaz de mostrar jogadores uniformizados nos permite fazer campanhas locais muito específicas que ninguém mais pode fazer – e a relevância local é crucial”, disse Marcel Marcondes, diretor de marketing da AB InBev nos EUA, em entrevista ao jornal americano SportsBusiness Daily.

Sobre o contexto deste agora ex-impedimento, segundo o britânico SportsPro Media, o acordo com a Associação Nacional de Jogadores de Basquete (NBPA) foi facilitado pelo fato de que o sindicato retomou em 2017 o controle das negociações de patrocínio envolvendo direitos de imagem coletiva. Até então, os mesmos eram de responsabilidade da liga, que repassava parte do faturamento ao sindicato.

A Budweiser é patrocinadora oficial da NBA desde 1998 e da MLB desde o início da década de 80. Sobre o ‘BIG4‘ das ligas norte-americanas, a proibição de jogadores com a camisa de suas equipes em anúncios de bebidas alcoólicas segue, por exemplo, na NFL.