Publicidade
Redes Sociais

Clubes da Europa homenageiam ídolos em chatbots

AS Roma e Arsenal inauguraram recentemente esta frente de atendimento ao torcedor

6 nov, 2018 Escrito por MKT Esportivo

Em janeiro deste ano, o MKTEsportivo detalhou algumas das tendências que poderiam (ou não) consolidar-se ao longo de 2018. Uma delas, como antecipamos, vem ganhando cada vez mais espaço e chama a atenção a criatividade empregada por alguns dos responsáveis.

Os Chatbots, softwares programados para simular uma conversa em linguagem natural com o usuário, também já figuram dentro do nosso mercado e devem ganhar ainda mais espaço. Se já citamos as iniciativas de Lyon, Neymar e El Shawary, a AS Roma e Arsenal inauguraram recentemente esta frente de relacionamento. E o melhor: homenageando jogadores que marcaram época vestindo as respectivas camisas.

No caso italiano, a tecnologia foi apelidada de Botistuta, uma homenagem a Gabriel Batista, que atuou no país também pela Fiorentina. O novo bot do Facebook Messenger, feito em parceria com a We Build Bots, uma desenvolvedora de software britânica,  permitirá que os fãs indaguem o Botistuta sobre notícias, ingressos, produtos e demais novidades.

De acordo com a Roma, a escolha do nome se deu após uma pesquisa de opinião com os torcedores realizada em seu Twitter. Com a camisa grená, Batistuta atuou em 63 jogos e marcou 30 gols.

“Com o ‘Botistuta’, esperamos que a tecnologia nos ajude a acelerar o tempo de resposta para toda a base de fãs do clube”, afirmou Paul Rogers, diretor de mídia digital da Roma.

“A AS Roma tem uma reputação de inovar no espaço social e digital, e nós estávamos muito interessados ​​em trabalhar com eles neste projeto. Nos próximos meses, vamos integrar ainda mais nossa plataforma e os recursos de integração profunda para que o ‘Botistuta’ possa ajudar a Roma a se conectar e se envolver ainda mais com seus apoiadores”, concluiu Paul Shepherd, presidente executivo da We Build Bots.

Já o chatbot dos gunners homenageia Robert Pires, meio-campista francês que atuou no clube entre 2000 e 2006. Batizado de Robot Pires, ele segue o Botistuta e busca manter o torcedor informado sobre tudo que envolve o Arsenal.

Temos, portanto, uma excelente oportunidade dos clubes marcarem presença em um aplicativo de mensagens amplamente utilizado atualmente. Para o torcedor, tira-se a necessidade de vasculhar o portal oficial em busca de informações e centraliza no chatbot as demandas mais urgentes.