Patrocínio

Pirelli seguirá como fornecedora de pneus da Fórmula 1 até 2023

Juntos desde 2011, renovação fará a marca italiana completar 13 anos dentro da categoria

26 nov, 2018

A Pirelli aproveitou o último GP da temporada 2018, em Abu Dhabi, para oficializar a renovação de seu contrato com a F1. A marca italiana permanecerá como fornecedora oficial de pneus da categoria até 2023.

Com o novo acordo, a companhia completará 13 anos de parceria, já que assumiu o posto em 2011. Neste ano, a Pirelli chegou a adquirir os naming rights da prova disputada na França, que retornou ao calendário após um hiato de nove anos.

“Este acordo permitirá que todos nós continuemos a desfrutar dessa experiência que vem desde 2011. Sabemos o quão importante e difícil é o papel de fornecedor de pneus, em particular para a Fórmula 1, e estamos satisfeitos de permanecer com a Pirelli por mais cinco temporadas”, destacou Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

“A renovação da parceria com a Pirelli é mais uma prova do nosso desejo de alinhar a Fórmula 1 com o melhor do esporte a motor. Estamos muito satisfeitos por ter chegado a este acordo, que garante um futuro estável a longo prazo para um componente tão crucial da F1”, disse Chase Carey, presidente e CEO da Fórmula 1.

“A F1 é a vitrine perfeita para os nossos pneus de estrada que equipam veículos de alta performance pelo mundo afora. Além disso, nos ajuda com prestígio e também garante que trabalhemos cada vez com mais afinco para garantir os mais elevados padrões de desempenho, sustentabilidade e segurança”, completou Marco Tronchetti Provera, vice-presidente da Pirelli.

Para ajudar os fãs da categoria, para 2019, a fabricante fará apenas três cores de pneus para corridas em pista seca: vermelhos (macios), amarelos (médios) e brancos (duros). Os pneus intermediários (verdes) e de chuva (azuis) manterão suas cores atuais.