Indústria

Após Índia, Bundesliga prepara ofensiva para conquistar mercado chinês

Base trabalhará em prol da construção do relacionamento entre o futebol alemão e o futebol chinês

16 jan, 2019

Depois de detalhar o seu projeto de expansão na Índia, a Bundesliga apresentou hoje o seu projeto de aumentar o envolvimento com o mercado chinês. Como pontapé inicial, em março, será inaugurado um novo escritório na Pequim.

De acordo Deutsche Fussball Liga (DFL), o escritório trabalhará em prol da construção do relacionamento entre o futebol alemão e o futebol chinês, em especial após um acordo de compartilhamento de conhecimentos estabelecido em 2016 pel,o presidente da China, Xi Jinping, e a chanceler alemã, Angela Merkel.

Dentre os participantes da elite da Alemanha que contam com escritórios no país, destaque para o Bayern de Munique, Borussia Dortmund, Borussia Mönchengladbach, Eintracht Frankfurt, Schalke e Wolfsburg.

“Por meio da abertura do nosso escritório e da implementação de um plano estratégico de longo prazo, continuaremos construindo nossas profundas conexões com a China e seus fãs que sabemos que são apaixonados pela Bundesliga. Desde 2016, temos trabalhado para ajudar no desenvolvimento do futebol nesta nação ambiciosa. Através da liderança e da experiência de Patrick Stueber, uso de inteligência de negócios e aumento das atividades no local, vamos aumentar ainda mais o impacto mostrando as qualidades da Bundesliga”, disse Robert Klein, CEO da Bundesliga International.

Patrick Stueber, gerente sênior de direitos audiovisuais da Bundesliga International, será o responsável por tocar o novo projeto. O profissional está na DFL desde 2007. O executivo e sua equipe contarão com o auxílio da PP Sports, parceira de mídia da Bundesliga.

Vale destacar que a China é um dos países que mais concentra fãs do futebol alemão, com mais de 2.6 milhões de usuários na rede social Weibo. O número deverá ser ainda maior em breve, já que a liga entrará no Toutiao, considerada uma das maiores plataformas móveis da China para criação e distribuição de conteúdo.

Além da China, a Bundesliga já marca presença com filiais em Cingapura e Nova York. Recentemente, a Premier League também anunciou a inauguração de um escritório na Ásia.