Indústria

Manchester United abrirá três centros temáticos na China

Iniciativa é fruto de acordo do clube com a imobiliária chinesa Harves

9 jan, 2019

O Manchester United anunciou um acordo com a imobiliária chinesa Harves que resultará em uma série de centros de entretenimento e experiência temáticos em toda China. Segundo o local South China Morning Post, o acordo vale “dezenas de milhões de libras”.

As cidades de Pequim, Shanghai e Shenyang receberão as primeiras instalações até o final de 2020. Cada um dos locais será equipado com tecnologia de ponta para oferecer experiências interativas e imersivas para os fãs do United no país asiático. Uma delas será a de se sentir dentro do Old Trafford em dia de jogo, além de aprender sobre a história e o patrimônio do clube. Além de iniciativas que visam o entretenimento, os centros abrigarão restaurantes e lojas dos Red Devils.

“Estamos muito entusiasmados com a parceria com Harves no conceito do Manchester United Entertainment and Experience Centers, oferecendo aos nossos milhões de fãs chineses a chance de experimentar o clube de uma maneira nova e inovadora”, disse o diretor administrativo do gigante inglês, Richard Arnold.

“Visitamos a China pela primeira vez em 1975 e estamos orgulhosos por termos visto nossa base de fãs na região crescer e desenvolver sua paixão pela United ao longo dos anos. Este novo conceito permitirá que eles se aproximem do clube que amam”, completou.

“Estamos empolgados em trazer os rituais e emoções da experiência do Manchester United para os jovens da China, capturando a sensação de ser um membro deste clube”, acrescentou o presidente-executivo do Harves, Bo Zhang. “Com base em sua abordagem única de treinamento, seu legado e liderança históricos, bem como seu status como o clube de maior sucesso no mundo, criaremos uma experiência totalmente imersiva que entretém, educa e inspira a próxima geração de fãs de futebol”, finalizou.

Trata-se do mais recente esforço da United para estreitar o relacionamento com fãs na China. Segundo dados internos, estima-se que tenha 100 milhões de seguidores na região. Em 2018, de acordo com o estudo Red Card da agência chinesa de marketing digital Mailman Group, o United manteve o primeiro lugar como o time mais popular do território chinês no âmbito digital.