Indústria

Sem bandeirões e com wifi: Conmebol anuncia novidades para Libertadores

Novas obrigatoriedades do torneio buscarão mudar a imagem deixada na última edição

10 jan, 2019

Com a final da última edição da Libertadores absolutamente manchada, a Conmebol anunciou algumas novidades em relação ao torneio visando os próximos anos.

A partir deste ano, estão proibidos objetos pirotécnicos, como sinalizadores, e a abertura de bandeirões nas arquibancadas dos estádios. Além disso, a entidade vetou que os clubes adicionem cadeiras provisórias visando atingir o número mínimo de assento para receber partidas do torneio.

Ouça o MKTEsportivoCast, o seu podcast oficial de marketing esportivo

Já até 2021, todos os ingressos deverão ser comercializados pela internet. Eles deverão trazer o nome do torcedor que adquiriu a entrada, bem como o número do seu setor e cadeira. Outra mudança será a obrigatoriedade de wifi nos estádios, principalmente para o trabalho da imprensa.

Com as novidades, a Conmebol busca mudar a imagem deixada na última edição da Libertadores, quando a segunda partida entre Boca Juniors e River Plate foi adiada após uma confusão causada por torcedores. Por medida de segurança, a finalíssima foi realizada no estádio do Real Madrid.

Vale lembrar que em 2019 será a primeira edição da Libertadores com uma final única. Santiago, capital do Chile, foi a escolhida.