Atletas

Especial | Wu Lei e o novo patamar da rivalidade Espanyol x Barcelona

Contratação do atacante chinês impulsionou a audiência, vendas de produtos e redes sociais do clube catalão

29 mar, 2019

Por Eduardo Esteves

 

Todos estamos acostumados a dizer que o rival do FC Barcelona na Espanha é o Real Madrid. Natural, afinal são os times que costumam polarizar as atenções de torcida e mídia, além de travarem embates históricos. Mas dentro da Catalunha, os culés tem um rival: o Espanyol. É inegável que as partidas entre eles nunca chamaram tanta atenção quanto o duelo de amanhã. Desta vez, o hype se dá pelo “badalado” encontro de Lionel MessiWu Lei.

O sucesso imediato do jogador chinês tem uma explicação. Contratado em janeiro, ele é apenas o segundo* do seu país a chegar ao futebol espanhol, o que aumentou a visibilidade de um clássico que até então não despertava muito interesse. Desta vez, até um cachecol especial com o nome e a imagem de Wu tem sido vendido.




O atleta foi o mais jovem a estrear profissionalmente na história do futebol chinês. Ele surgiu na terceira divisão local com apenas 14 anos e era o maior destaque do Shanghai SIPG. Em 2018, ele foi um dos responsáveis por quebrar a hegemonia do Guangzhou Evergrande e vencer a Superliga chinesa. Na seleção, desempenhou um importante papel durante a Copa da Ásia. Resultado? Em janeiro deste ano, aos 27 anos, ele desembarcou na LaLiga por aproximadamente € 2 milhões. E o impacto foi imediato.

Em suas plataformas digitais, o Espanyol registrou a chegada de meio milhão de chineses. A notícia que Wu jogaria na Europa impactou mais de 350 milhões de pessoas no país por meio das redes sociais. A camiseta 24 do atacante já é a mais popular entre a torcida, o que resultou em um aumento de 35% nas vendas nas lojas do clube nos últimos dois meses. Os números forçaram o Espanyol a criar uma versão da peça com o nome do jogador escrito em caracteres chineses.

Em sua estreia, no dia 7 de fevereiro diante do Villarreal, ele atuou por apenas 12 minutos e foi visto por 40 milhões de chineses. Para o clássico contra o FC Barcelona, o clube diz que cerca de 50 jornalistas chineses passaram a semana no Ciutat Esportiva Dani Jarque para uma bateria de entrevistas e cobrir tudo ‘in loco’. A emissora chinesa PPTV, que há algum tempo conta com um profissional baseado na Espanha, já está com uma equipe completa em Barcelona desde segunda-feira. Para a China, ela promove o encontro de Messi e Wu com os dizeres “Keep calm and watch Messi / Wu Lei” (Mantenha a calma e assista Messi x Wu Lei, em tradução livre). A capa do catalão Mundo Deportivo desta sexta-feira (29) também traz o rosto de ambos.

Na Espanha, a bola irá rolar a partir das 16:30 (23:30 na China), horário que não é considerado nobre para os asiáticos, mas que certamente ficarão acordados para acompanhar este novo fenômeno chinês contra um dos maiores gênios da história do futebol. Com três anos de contrato, Wu Lei será fundamental não somente para os planos de internacionalização de marca do Espanyol, como também da LaLiga. Este pode ser o maior legado do atacante enquanto atuar nos gramados europeus.

*O primeiro chinês foi Zhang Chengdong, que jogou pelo Rayo Vallecano na temporada 2015-16.