Publicidade
Indústria

EUA e Ásia impulsionaram faturamento da Adidas em 2018

Volume de negócios da marca alemã ficou próximo dos € 22 bilhões

13 mar, 2019 Escrito por MKT Esportivo

A Adidas divulgou o seu faturamento referente ao ano de 2018 com um aumento no seu volume de negócios para aproximadamente € 22 bilhões, incremento de de 3% em relação ao ano anterior. O lucro subiu impressionantes 45% reflexo dos impactos negativos que a reforma fiscal de Donald Trump haviam imposto à alemã em 2017.

De acordo com a companhia, América do Norte e Ásia impulsionaram seus ganhos. No primeiro, as vendas bateram quase € 4,7 bilhões (+10%), enquanto na Ásia-Pacífico, puxado pela China, foram mais de € 7.1 bilhões (+12%).

“Nossos esforços foram refletidos no balanço econômico de 2018, que alcançou vendas recordes. Ter um melhor investimento em nossas marcas e controlar todos os nossos custos resultaram em um lucro que cresceu seis vezes mais rápido neste ano que passou”, afirmou Kasper Rorsted, CEO da Adidas.

Por outro lado, na Europa, as vendas diminuíram para € 5.9 bilhões (-1%). Na América Latina, as vendas alcançaram “apenas” € 1,63 bilhão, uma preocupante diminuição de 14%.

Sobre os segmentos da marca, os calçados ratificaram a posição de carro-chefe com uma receita aproximada de € 12.8 bilhões (+3%). Já em taxa de crescimento, o setor de equipamentos esportivos se destacou com € 8.2 bilhões (+6%).

Para 2019, o objetivo é crescer entre 5% e 8%. A Adidas pretende expandir a estratégia de e-commerce, que hoje contempla aproximadamente 40 países, além de aumentar o número de pontos de vendas que, hoje, figuram na casa dos 150 mil.