Podcasts

‘Tvs de clubes e gestão de conteúdo no esporte’, com Arnaldo Hase

MKTEsportivo entrevistou o diretor da Soccer Media e criador do conceito dos vídeos de bastidores em times de futebol

9 mar, 2019

O YouTube é hoje o meio em que as pessoas mais assistem a conteúdo no mundo. Ele trouxe, para a palma da mão, para a tela do celular, a revolução que, há três décadas, significou a TV por assinatura. Só que melhor: com poucos segundos para a publicidade que incomoda uma parcela grande de inscritos.

Quando se trata de uma modalidade, um torneio, uma liga, um evento ou um clube, é possível gerar materiais de alto interesse para o consumidor que tenha vínculo comercial com as marcas. Hoje, o YouTube recebe 400 horas de conteúdo novo a cada minuto, o que pode chegar a 1,9 bilhão de horas ao final de um dia. E o Brasil é um dos maiores públicos consumidores de tudo isso. Neste cenário, as Tvs de clubes ganham espaço.

Para falar sobre gestão de conteúdo e canais de clubes na plataforma, conversamos com Arnaldo Hase, diretor da Soccer Media e criador do conceito dos vídeos de bastidores em times de futebol. Em 2014, criou a TV Palmeiras e a TV Goiás. Em 2015, a FlaTV. Ao todo, os clubes gerenciados por ele somam quase 3 milhões de inscritos e mais de 350 milhões de visualizações no Youtube, sendo que Palmeiras e Flamengo estão entre os dez maiores canais de clubes do mundo na plataforma. Ele nos contou como a gestão de conteúdo auxilia a entidade esportiva na aproximação dos torcedores e na geração de receitas.