Indústria

Após Liga Francesa e PSG, proprietário do Rennes promete doação para Notre-Dame

17 abr, 2019

O incêndio que atingiu a Catedral de Notre-Dame, um dos principais monumentos históricos e ponto turístico tradicional da França, está mobilizando fortemente o esporte local. Localizada em Paris, capital francesa, a igreja precisará passar por um grande processo de restauração e, para isso, já recebeu o apoio da LFP, a liga de futebol profissional do país, e do Paris Saint-Germain. Agora, dando um novo impulso para que o local seja restaurado, o empresário  François-Henri Pinault, dono do Rennes, da Ligue 1, anunciou que irá desembolsar € 100 milhões para as obras.




Dono da Kering, que comercializa diversas marcas de luxo, o magnata é casado com a atriz Salma Hayek e está à frente do clube desde 1998. Em nota, Pinault anunciou que fará a doação ao poder público para colaborar com a restauração da catedral.

“Esta tragédia atinge todos os franceses, assim como aqueles que estão apegados aos valores espirituais. Diante da tragédia, todo mundo quer reviver esta joia de nosso patrimônio o mais rápido possível. Meu pai e eu decidimos oferecer os fundos de nosso grupo, para participar dos esforços que serão necessários para a reconstrução de Notre-Dame”, disse Pinault, cujo pai é o terceiro homem mais rico da França.

À exemplo do PSG e de jogadores como Neymar e Pogba, o Rennes também usou suas redes sociais para se posicionar sobre o episódio, relembrando o incêndio no Parlamento da Bretanha e oferecendo pensamentos a Notre-Dame.