Indústria

Facebook e FOX Sports compartilharão partidas da Libertadores

A rede social cedeu ao canal os jogos que seriam exibidos apenas via streaming para ampliar reconhecimento do Watch

9 abr, 2019

Após um longo período de negociações, Facebook, FOX Sports e Conmebol anunciaram na noite desta segunda-feira (8) um acordo de compartilhamento das partidas da Libertadores da América. Enquanto a emissora poderá disponibilizar os duelos de quinta-feira, antes de exclusividade da rede social, a empresa de Mark Zuckerberg transmitirá por meio da plataforma Watch 46 partidas ao invés de 28.




O acordo valerá apenas para os países de língua espanhola, como Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Ou seja, nada muda para o Brasil, que segue com partidas das quintas apenas no Facebook.

“Nos últimos meses, o Facebook vinha discutindo com a Conmebol (a Confederação Sul-americana de Futebol) a possibilidade de compartilhar conteúdo nesta temporada, uma iniciativa que agora se concretizou. Com o novo acordo, o Facebook e a Fox Sports compartilharão seus conteúdos, aumentando de 28 para 46 o número de jogos disponíveis gratuitamente na plataforma de vídeo Facebook Watch. A Fox Sports, por sua vez, transmitirá também os jogos de quinta-feira adquiridos pelo Facebook”, disse o comunicado divulgado simultaneamente pela Conmebol e Facebook.

“Estamos muito satisfeitos com essa nova parceria para levar o futebol para mais lugares. Nós valorizamos os esforços dos nossos detentores de direitos em criar novas experiências para todos os fãs da Conmebol Libertadores na América do Sul”, completou Juan Emilio Roa, diretor comercial da Conmebol.

Segundo o Facebook, a opção por não seguir com exclusividade se deu pela necessidade de ampliar o reconhecimento e alcance do Watch, seu serviço de streaming de vídeo. A companhia prevê gastar entre US$ 1 bilhão e US$ 2 bilhões em conteúdo para a plataforma durante todo o ano de 2019.

“O comportamento do consumidor está mudando, e queremos trazer essa mudança e inovação para o ecossistema de esportes na América Latina. Nossa experiência nos mostrou que ter mais jogos pode ajudar as pessoas a adotarem com mais facilidade essa mudança”, afirmou o diretor de parcerias esportivas do Facebook, Leo Cesar. “A exclusividade é muito mais importante para modelos de negócio que envolvam o pagamento de assinatura ou pay per view. Não é o nosso caso, precisamos, sim, de mais gente experimentando esse novo jeito de assistir a partidas de futebol”, completou.

Vale lembrar que o Facebook é dono dos direitos de transmissão via internet até a temporada 2022, com exclusividade nas quinta-feiras. Já o Fox Sports detém o principal pacote da Libertadores, sendo o único com direito a exibir a grande final na TV fechada.

“Continuamos buscando novas maneiras de atender nosso público em toda a região e estamos entusiasmados com a oportunidade de alcançar e engajar nossa audiência com conteúdo estendido em múltiplas plataformas, para que eles possam viver a emoção da Conmebol Libertadores onde e quando preferirem”, finalizou Hernán Donnari, vice-presidente da FOX Sports Cone Sul.