Coluna

I love this game!

31 maio, 2019
Fabio Wolff

Sócio-diretor da Wolff Sports e professor no MBA de Gestão e Marketing Esportivo da Trevisan Escola de Negócios

Ver mais artigos deste autor

Nunca fui um fã de carteirinha de basquete, mas tinha o boné do Lakers, a camiseta com caricaturas dos jogadores da NBA, como Jordan, Pipen… Tive o privilégio de assistir alguns jogos da NBA in loco, nos Estados Unidos, e acompanhar de perto a loucura do americano por esse esporte.

Os anos se passaram e a NBA, que na minha época de moleque era uma febre, continua sendo uma febre. É incrível como esse produto por décadas consegue se manter em alta, antenado com as mudanças, com a música, com o entretenimento, com a interação com o público de todas as idades.

Com um faturamento que supera R$ 100 milhões anuais, o mercado da NBA no Brasil é o segundo maior fora dos EUA, atrás apenas da China.

Tive o prazer de participar da concorrida inauguração da NBA House, realizada nessa semana em São Paulo, com estrutura montada em uma impressionante arena de três mil metros quadrados no estacionamento do Shopping Eldorado. A interação com o público ocorre em um ambiente descolado, tecnológico, esportivo e musical (de balada também!). A NBA House é uma aula imperdível de marketing esportivo.

No ano passado, o evento abriu apenas em dias de jogos, recebendo um público estimado de 10 mil pessoas no total. Agora, a NBA House abrirá por 14 dias dentro do período dos jogos finais da NBA e são esperadas 50 mil pessoas entre as game nights (19h até 1h) nos dias 2,5,7,10,13 e 16 de junho. E a partir das 14h30 para o ‘Fan Days’ nos dias 1,2,7,8,9,15 e 16.

Mesmo não sendo um fanático pelo basquete, mas apreciando esse esporte, o antigo slogan da NBA, “I LOVE THIS GAME!”, não me sai da cabeça!