Indústria

Tóquio-2020 terá pódios feitos de plástico reciclado

Organizadores pretendem coletar cerca de 45 toneladas de plástico de casas locais e dos oceanos para 100 plataformas

12 jun, 2019

Os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 terão os pódios feitos de plástico reciclado. Os organizadores pretendem coletar cerca de 45 toneladas de plástico de casas locais e dos oceanos para 100 plataformas que servirão como palco para os medalhistas receberam suas premiações.

As caixas de coleta serão colocadas em mais de 2 mil pontos da rede de supermercados AEON, onde os japoneses poderão deixar o plástico para contribuir com o projeto. Em um segundo momento, a Procter & Gamble, patrocinadora dos Jogos, transformará o material coletado nos pódios.

“Ao enviar essa mensagem para o Japão e o resto do mundo, achamos que este projeto terá um grande significado”, comentou Toshiro Muto, diretor executivo do Comitê Tóquio 2020.

O projeto ratifica o compromisso da Tóquio 2020 de associar uma mensagem ecologicamente correta ao evento. Em 2017, a organização já havia adiantado que as medalhas que serão entregues aos três primeiros colocados serão feitas de de lixo eletrônico reciclado, como smartphones e laptops antigos. Os organizadores pretendem coletar 30.3 kg de ouro, 4.1 kg de prata e 2.7 kg de bronze.