Coluna

Uma boa ideia na Copa América

Indo além dos tradicionais patrocinadores, torneio inaugura oferta de cotas de Media Buy

14 jun, 2019
Fabio Wolff

Sócio-diretor da Wolff Sports e professor no MBA de Gestão e Marketing Esportivo da Trevisan Escola de Negócios

Ver mais artigos deste autor

Entre os dias 14 de junho e 7 de julho o Brasil será sede, pela quinta vez, da 46ª edição do segundo evento mais importante do futebol no continente, a Copa América.

As cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e Belo Horizonte receberão milhares de torcedores das mais diversas regiões do Brasil e do exterior.

Os patrocinadores oficiais da competição – Brahma, Gol, Mastercard e TCL – possuem, contratualmente, uma gama de direitos que, se bem utilizados, possibilitarão às marcas tanto se associarem efetivamente ao evento quanto criarem sinergia junto aos torcedores por meio de ativações.

A Mastecard e a Gol, por exemplo, estão realizando o tour da taça em São Paulo. Mastercard e TCL realizam promoção para levar torcedores à final da Copa América com tudo pago. A Gol, por sua vez, lançou campanha com preços promocionais durante a Copa América.

Uma novidade nessa edição da competição é o media buy, ou seja, cotas de mídia, com investimento distinto das cotas de patrocínio. Em suma, as empresas que contrataram o media buy possuem direitos exclusivos nos painéis e não terão direito de se associar ao evento, nem como fazer ativações. Porém, elas terão suas marcas e mensagens expostas nos painéis laterais de LED durante os jogos contratados. Vale ressaltar que diversos veículos de comunicação de mais de 100 países distribuídos nos cinco continentes realizarão transmissões ao vivo das partidas do torneio.

O media buy viabilizou a entrada de um de nossos clientes, a Cia Müller de Bebidas, com sua Cachaça 51, no evento. Esse é um motivo de grande alegria e honra tanto para nós, da Wolff Sports, quanto para a empresa sediada em Pirassununga, no interior de São Paulo, e que tem atuação muito forte não apenas no mercado nacional, mas também em 56 países nos quatro continentes.

Em janeiro passado começamos a falar sobre 2019, alguns elementos ficaram destacados: seleção brasileira, futebol, data comemorativa (60 anos da empresa)…

Quando surgiu essa oportunidade de aquisição do media buy, logo percebemos de que se tratava de uma Boa Ideia.