Patrocínio

Fanatics assume merchandising das competições da UEFA

A varejista esportiva produzirá produtos licenciados com a chancela da entidade

12 jul, 2019

A UEFA anunciou uma parceria com a Fanatics que verá a empresa ser responsável pelas lojas oficiais da entidade em todos os eventos internacionais da mesma, incluindo a EURO 2020, a EURO feminina 2021, as finais da Nations League, o europeu Sub-21 e o europeu de futsal.

Pelo acordo, o e-commerce esportivo produzirá produtos licenciados com a chancela da UEFA que é comercializado em torneios e eventos oficiais da mesma.

“Estamos entusiasmados com a oportunidade de trabalhar com a Fanatics, uma empresa que é conhecida por sua inovação no campo de merchandising esportivo. Acreditamos que esta parceria continuará a melhorar a experiência dos torcedores que participam dos nossos eventos”, disse o diretor de marketing da UEFA, Guy-Laurent Epstein.

Em seu site oficial, a entidade europeia exaltou a capacidade da Fanatics de projetar, produzir e distribuir produtos para os milhares de fãs em toda a Europa enquanto os torneios estão se desenvolvendo. Importante lembrar que a próxima edição da UERO será disputada em 13 cidades ao mesmo tempo. São elas: Munique (Alemanha), Baku (Azerbaijão), Dublin (Irlanda), Roma (Itália), Bilbao (Espanha), São Petersburgo (Rússia), Copenhague (Dinamarca), Bruxelas (Bélgica), Budapeste (Hungria), Amsterdam (Holanda), Bucareste (Romênia), Glasgow (Escócia) e Londres (Inglaterra).

“Pela primeira vez, o UEFA EURO será disputado em diversos países simultaneamente, o que significa que a operação do torneio é incrivelmente complexa. As capacidades da Fanatics em toda a região, a nossa experiência em gerir os nossos produtos em eventos importantes e as nossas parcerias com marcas e organismos de futebol, significam que somos o parceiro perfeito para a UEFA”, completou Steve Davis, presidente internacional da Fanatics.

No futebol, a Fanatics é parceira da Federação Alemã de Futebol (DFB), da Football Association (FA) e de clubes como Manchester City, Manchester United e Real. Madrid, Chelsea, Paris Saint-Germain, Borussia Dortmund e Bayern München.