Indústria

Itaú BBA | Palmeiras e Flamengo somam 24% das receitas entre os principais times

Estudo aponta que os dois clubes se ‘descolaram’ dos demais no quesito receita

17 jul, 2019

O Itaú BBA, maior banco corporativo e de investimentos da América Latina, divulgou seu tradicional estudo anual sobre as finanças dos 27 clubes de maior faturamento do futebol brasileiro.

A analise mostra um claro descolamento de Palmeiras e Flamengo em relação aos demais, já que ambos concentram quase 1/4 das receitas (R$ 1.1 bilhão). Enquanto o time alviverde assumiu o topo com uma receita total de R$ 654 milhões, o clube carioca arrecadou R$ 536 milhões.

“Há um descolamento de Palmeiras e Flamengo, eles jogam uma liga diferente do ponto de vista financeiro. Há uma boa distância que deve aumentar nos próximos anos, porque o contrato da TV, por exemplo, fica maior por desempenho e número de jogos na TV aberta. Com o clube bem financeiramente, tende aumentar o desempenho e consequentemente a quantidade de jogos transmitidos”, afirmou César Grafietti, consultor do Itaú BBA e responsável pelo estudo.

Apesar do distanciamento de Palmeiras e Flamengo, Grafietti acredita que o país não sofrerá do mesmo que acontece na Espanha, onde apenas dois clubes alternam as conquistas e concentram a maior riqueza. Segundo o levantamento do Itaú BBA, Corinthians e São Paulo, terceiro e quarto no ranking de arrecadações, possuem potencial para alcançar o mesmo patamar dos líderes.

Por fim, a análise mostra também uma queda de quase R$ 200 milhões com receita de publicidade. Por outro lado, os números da arrecadação com sócio-torcedor e bilheteria sofreram valorização.

“Futebol explora pouco o que se investe em publicidade no Brasil”, completou Grafietti.

Os 27 clubes analisados foram Palmeiras, Flamengo, São Paulo, Corinthians, Grêmio, Cruzeiro, Internacional, Fluminense, Vasco, Atlético-MG, Santos, Botafogo, Athletico-PR, Bahia, Sport, Coritiba, Vitória, Goiás, Chapecoense, Ceará, América-MG, Paraná, Fortaleza, Ponte Preta, Avaí, Criciúma e Figueirense.