Atletas

Naomi Osaka se aproxima de Serena em ranking de patrocínios

Fora do TOP 10 em 2018, a tenista apareceu na segunda colocação do ranking da Forbes ao faturar US$ 16 milhões

7 ago, 2019

Fora das dez primeiras colocações no ranking de 2018, Naomi Osaka está se aproximando rapidamente de Serena Williams como uma das atletas que mais embolsa com patrocínios no mundo.

A tenista de apenas 21 anos apareceu na segunda colocação do levantamento da Forbes deste ano ao faturar US$ 16 milhões com patrocínios nos últimos doze meses.

O avanço é fruto da parceria de Osaka com a agência IMG, que fechou acordos lucrativos para a japonesa, como com a Nike, que desbancou a rival Adidas com um contrato de US $ 8.5 milhões por temporada. O portfólio da tenista vencedora do Australian Open e do US Open inclui também as gigantes NissanMastercard, Nissin Foods, Shiseido e All Nippon Airways. Somados os aportes, Naomi faturou US$ 24.3 milhões no ano. Antes dela, apenas Serena, Maria Sharapova e Li Na superaram a marca de US$ 20 milhões em receitas.

Voltando ao ranking, Williams figura na liderança pelo quarto ano consecutivo faturando US$ 29.2 milhões, sendo US$ 4.2 milhões em prêmios de torneios e o restante por meio de endossos. A americana é a única atleta feminina no TOP 100 da Forbes, ocupando o 63º lugar.

O tênis domina as onze primeiras colocações do levantamento, com Angelique Kerber (US$ 11.8 milhões) fechando o TOP3. Alex Morgan, com ganhos de US$ 5.8 milhões, quebra a hegemonia e aparece em décimo segundo lugar.