Indústria

Atlético de Madrid encaminha cidade esportiva no Wanda Metropolitano

Caso seja aprovado, projeto de aproximadamente € 60 milhões será entregue em 2024

4 set, 2019

Inaugurado em setembro de 2017, o Estádio Wanda Metropolitano pode receber em breve uma espécie de cidade esportiva ao seu redor. O Atlético de Madrid já apresentou um projeto ao conselho da cidade de Madrid para sua construção.

De acordo com o site espanhol Palco23, o conselho está inclinado a aprovar a iniciativa, que custaria em torno de € 59,6 milhões. Se a aprovação realmente ocorrer, as obras terão início em 2020 com prazo de quatro anos para finalização. O espaço utilizado seria de aproximadamente 42 mil metros quadrados.

Sobre o projeto, o Atleti pretende construir até oito campos de futebol no local, com direito a um miniestádio. Além disso, o espaço traria um restaurante e instalações de treinamento parecidas com as que o clube já possui em Alcala de Henares e Alcorcon.

Entre outros objetivos, o clube espanhol espera explorar o miniestádio para sediar jogos da segunda divisão e campeonatos juvenis do continente. Além disso, a cidade esportiva melhoraria a experiência dos torcedores que forem ao Wanda Metropolitano, permitindo que os visitantes prolonguem sua estadia por todo o dia no local.

Segundo a publicação, o Atlético será o único responsável por bancar o projeto, assim como terá uso exclusivo do local. O clube já conseguiu uma relevante parcela do dinheiro necessário com o conglomerado chinês Wanda, que colocou € 47 milhões nos cofres do clube em março de 2018 para ajudar financeiramente no projeto. Em troca, terá os naming rights de todos os complexos de treinamento, à exemplo da casa do Atlético.

Outra parte do dinheiro virá da venda do Vicente Calderón, antiga casa do time, que já foi demolido para construção de edifícios. Na transação, o Atlético arrecadou aproximadamente € 182 milhões.