Streaming

DC United rescinde acordo de streaming em prol da satisfação do torcedor

Ciente do serviço de ruim que ofereceu aos seus fãs, o clube optou pela rescisão unilateral do seu contrato de quatro anos com a FloSports

7 out, 2019

O DC United, da Major League Soccer, deixará de lado um incremento de receita de US$ 3 milhões em prol da satisfação do seu torcedor. Ciente do serviço de ruim que ofereceu aos seus fãs, o clube optou pela rescisão unilateral do seu contrato de quatro anos com a FloSports para transmitir por streaming suas partidas na liga americana.

No domingo, o empate em 0 a 0 com o Cincinnati, que marcou a despedida da temporada regular da MLS, foi transmitido ao vivo de graça pelo site da franquia.

“O DC United não distribuirá mais as nossas transmissões de jogos pelo FloSports. Anúncios sobre planos de transmissão para a temporada 2020 e além serão feitos no devido tempo. Todos os jogos do playoff desta temporada serão transmitidos pelos nossos parceiros nacionais de transmissão Univision/TUDN, Fox Sports e ESPN”, divulgou o clube no comunicado que oficializou a rescisão.

Neste caso, vale lembrar que nos Estados Unidos os contratos de transmissão têm duas frentes. A liga tem um acordo nacional de transmissão, enquanto as equipes podem assinar contratos válidos apenas para sua região (Dallas Cowboys e Los Angeles Lakers são os que mais embolsam neste quesito). A aliança entre o DC e a Flo estava dentro desta segunda frente.

A empresa cobrava uma assinatura entre US$ 5,99 e US$ 8,99 pelo serviço, mas registrou inúmeros problemas técnicos durante algumas transmissões. Tal fato, aliado à repercussão negativa, já vinha irritando os executivos, que optaram pela rescisão mesmo com a equipe ainda em atividade buscando uma vaga na semifinal da MLS.