Streaming

Futebol ditará crescimento do streaming para os próximos anos

Faturamento de transmissão global deve bater US$ 85 bilhões até o final de 2024, contra atuais US$ 48.6 bilhões

4 out, 2019

A proliferação de plataformas de streaming deve reverter em um relevante incremento de receitas com direitos de mídia no curto prazo. De acordo com o estudo Sports Rights Forecast to 2025 desenvolvido pela Rethink TV, o faturamento de transmissão global deve bater US$ 85 bilhões até o final de 2024, contra atuais US$ 48.6 bilhões. Trata-se de um impressionante incremento de 75%.

Leia também: Consumo de vídeo online bate conteúdo da TV aberta no Brasil

Entre as modalidades mais lucrativas do mundo, o futebol deve registrar o maior crescimento e saltar de US$ 12.8 bilhões para US$ 31.9 bilhões. O estudo embasa o crescimento na emergente audiência das principais ligas da Europa na Ásia e na América do Norte.

Para a Rethink TV, a chegada da Amazon ao setor representou a mudança mais significativa no streaming esportivo. Com os direitos da NFL, Premier League, além de golfe e tênis, a gigante se adaptou a uma “realidade crescente de distribuição de vídeo”.

Por fim, a empresa acredita que, embora o streaming tenha “estimulado a pirataria”, os contratos de transmissão não estarão mais ligados ao melhor lance feito nas concorrências,  mas qualidade e segurança da experiência de consumo, além da capacidade de rastrear dados.