Patrocínio

NFL estuda liberar patrocínios globais entre as franquias

Liga acredita que está em um nível maduro de mercado para conseguir envolver fãs em novos territórios

7 out, 2019

Parte do seu processo de internacionalização de marca, a NFL está discutindo a possibilidade de permitir que suas franquias firmem acordos comerciais fora dos Estados Unidos. De acordo com o Sports Business Journal, a liga acredita que equipes e seus principais jogadores estão em um nível de maturidade mercadológica mais avançada para conseguir envolver fãs em novos territórios.

Sempre segundo com a publicação, a ideia surgiu a partir da atual operação do Jacksonville Jaguars em Londres, onde a equipe de Shahid Khan tem um escritório, e também direitos especiais para ativar e vender localmente em categorias que ainda não são comercializadas globalmente pela NFL.

No entanto, há alguns entraves que podem atrapalhar os planos, como por exemplo, o real alcance que se pode obter, contratos de exclusividade, bem como a participação da NFL nos lucros. Além disso, franquias como New England Patriots e Dallas Cowboys estão em melhor posição para aproveitar o mercado global, em oposição às equipes menores, o que pode ocasionar um desequilíbrio comercial.

Vale lembrar que a NFL disputa partidas em Londres desde 2007. De lá para cá, foram 24 jogos de temporada regular jogados na capital britânica. Até hoje, 29 das 32 equipes já fizeram a viagem à Europa pelo menos uma vez.

Este ano, Carolina Panthers e Houston Texans farão suas estreias em território inglês, encarando Tampa Bay Buccaneers e Jacksonville Jaguars, respectivamente. Os outros dois jogos serão entre Chicago Bears contra o Oakland Raiders e Cincinnati Bengals contra o Los Angeles Rams. Além da Inglaterra, Rams e Chargers atuarão no Estádio Azteca, no México, em novembro.