Indústria

Decisão da Libertadores vai para a Lima e preços disparam

Tão logo a decisão foi anunciada, os valores para viajar para a cidade ‘estouraram’

6 nov, 2019

Após reunião entre os dirigentes dos clubes e das federações brasileira, argentina e chilena, além de representantes da Conmebol, a decisão da Libertadores, entre Flamengo e River Plate, foi transferida para Lima, no Peru. O duelo ocorrerá no icônico Estádio Monumental.

Inicialmente marcada para Santiago, no Chile, ela foi alterada por conta das manifestações contra o governo local. Para a confederação, não há condições de realizar o duelo em segurança na capital chilena. A data da final da competição segue a mesma, 23 de novembro.

Sobre as opções propostas na reunião ocorrida na tarde de ontem, a primeira delas era manter a final no Chile, mas adiar a partida para o dia 30 de novembro e, com isso, ganhar mais tempo na organização. Já o plano B seria transferir a decisão para Assunção, no Paraguai, onde também ocorrerá a final da Copa Sul-Americana, no próximo dia 9. Por fim, com menos força, ventilou-se a possibilidade de escolherem outra sede e até outra data.

Todas as opções esbarravam em problemas de logística, como o reembolso de ingressos, hospedagem e passagem de torcedores que já haviam se programado para ver a final em Santiago.

Com a mudança, as passagens aéreas para a capital peruana aumentaram consideravelmente. Um voo entre Rio de Janeiro e Lima custa cerca de R$ 1.3 mil. Agora, para a semana entre 17 e 22 de novembro, não é mais possível encontrar passagem a menos de R$ 5 mil, sendo que a venda com uma semana de antecedência para a final já está a R$ 15 mil. Dificilmente haverá vagas em voos a Lima, já que há menos ofertas de voos para a cidade do que para a capital chilena.

Esta será a segunda vez consecutiva que a final do torneio sul-americano é alterada. No ano passado, no jogo de volta, torcedores do River apedrejaram o ônibus dos jogadores do Boca, que não tiveram condições de entrar no campo do estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. Após semanas de indefinição, a final foi levada para o Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid.