Redes Sociais

Redes sociais, mulheres e influenciadoras: os planos da Adidas para o digital

Marca deseja duplicar suas receitas entre o público feminino e terá 25 influenciadoras para alcançar seu objetivo

20 mar, 2017

Na última semana a Adidas agitou o mercado (e o MKTEsportivo) ao afirmar através do seu novo CEO que deixará de investir em publicidade na televisão para focar seus esforços financeiros no digital.

Detalhando esta nova era, a marca deseja intensificar sua relação com o universo feminino. Buscando duplicar suas receitas até 2020, as redes sociais serão fundamentais para alcançar este objetivo. Desta maneira, esqueça esforços envolvendo James Harden, Real Madrid, Manchester United ou qualquer outro gigante global que patrocine: a adidas focará em influenciadoras com popularidade entre o seu público-alvo.

Para tal, algumas das 25 mulheres escolhidas pela três listras já são conhecidas e ativam produtos em seus perfis. São elas: Ana Ivanovic (ex-tenista), Hannah Bronfman (DJ e modelo), Robin Arzón (treinadora e escritora), Zanna Van Dijk (nutricionista e personal trainer), entre outras.

Vale ficar ligado nos desdobramentos desta nova investida da adidas, desta vez, focada exclusivamente no ambiente digital. Este forte time de embaixadoras tentará aumentar as receitas da marca em até 22% ao ano até 2020.

Elas conseguirão? Um alerta para a Nike? Veremos.

Suited up and ready for the best weekend ever with my girls!!!! #bananasbachlorette ??

Uma publicação compartilhada por Hannah Bronfman (@hannahbronfman) em