Patrocínio

Quatro patrocinadores oficializam saída do Boa Esporte após a contratação de Bruno

Além da Nutrends, Grupo Gois & Silva, Kanxa Cardiocenter e Magsul anunciaram hoje que não seguirão com o clube

13 mar, 2017

Se em um primeiro momento apoiou a contratação de Bruno valorizando a visibilidade que obteria, o Grupo Góis e Silva adotou um novo posicionamento e pediu que o Boa Esporte cancelasse o acordo firmado colocando em dúvida sua continuidade no uniforme do clube.

Nesta tarde, após o Boa confirmar os exames médicos de Bruno para amanhã, o Grupo Góis anunciou que o patrocínio foi encerrado e solicitou que as empresas do grupo, Grupo Gois e Silva, Dengue Control e Fazenda Ouro Velho, fossem retiradas de todo material de comunicação que está presente (uniforme, redes sociais e site).

Outra que se posicionou nesta tarde foi a Kanxa, fornecedora de material esportivo da equipe desde 2011 e com contrato renovado para a temporada 2017. A marca brasileira divulgou um comunicado confirmando que também não seguirá com o campeão da Série C em 2016.

“A Kanxa informa que, a partir de hoje, a empresa não é mais fornecedora do material esportivo do Boa Esporte Clube”.

Até agora, a chegada do goleiro só causou baixas no portfólio de marcas do clube. Além da Nutrends, a primeira a anunciar sua saída, a Cardiocenter Varginha e a Magsul Ressonância Magnética, que figuravam apenas no portal do Boa Esporte e prestavam serviços ao corpo de funcionários, também não seguirão.