Indústria

Manchester United apresenta balanço financeiro com recorde de receita

Pelo segundo ano consecutivo, gigante inglês ultrapassou a marca de £ 500 milhões de faturamento

21 set, 2017

Pelo segundo ano consecutivo, o Manchester United ultrapassou a marca de £ 500 milhões e fechou a última temporada com um recorde de £ 581.2 milhões de receita, valorização de quase 13%. Em 2015/2016, os Red Devils fecharam o período com £ 515.3 milhões.

Na última temporada, um dos maiores gastos do clube foi com salários. Neste quesito, houve um aumento de £ 31.3 milhões alcançando expressivos £ 263,5 milhões, muito em função das chegadas de Jose Mourinho, Zlatan Ibrahimovic, Paul Pogba, Eric Bailly e Henrikh Mkhitaryan. Ainda assim, em termos de porcentagem de receita, permanece a mesma.

receita_united

Os direitos de transmissão se destacam nos números do Manchester United. Em 16/17, foram £ 194.1 milhões de faturamento pelos acordos da Premier League com a Sky e BT Sport, além da conquista do torneio da UEFA. Já o âmbito comercial, sempre um caso à parte se tratando do clube com o maior número de parceiros comerciais do mundo, bateu £ 275.5 milhões, com o matchday representando £ 111.6 milhões. No primeiro quesito, o United fechou nove acordos de categoria apenas na última temporada.

Com o crescimento de suas lojas (como a localizada dentro do Old Trafford) e (ainda) impulsionado pelo valor investido anualmente pela Adidas, a receita com varejo aumentou em £ 6.7 milhões.

Tendo conquistado a Community Shield, a League Cup e a Europa League, o United ainda obteve um lucro operacional recorde de £ 80.8 milhões. Outra notícia positiva foi a diminuição da dívida líquida do United em £ 47.8 milhões, hoje na casa dos £ 213.1 milhões.

Por outro lado, o departamento de conteúdos e mobile, que o United trabalha ativamente juntamente com os seus patrocinadores, registrou queda de 15.6% de receita e fechou a temporada com £ 9.2 milhões.