Indústria

Semana Premier League | As 10 camisas mais bonitas de todos os tempos

Referência no assunto, o portal Mantos do Futebol percorreu a história da liga para elaborar este ranking especial

22 fev, 2018

Por Mantos do Futebol

 

A Premier League é a competição mais valiosa do mundo e atrai a atenção da maioria dos fanáticos por futebol no mundo todo e com certeza está entre os campeonatos internacionais que nós do Mantos do Futebol mais acompanhamos.

Como sempre, fazer uma lista não é tarefa fácil, afinal elas sempre retratam opiniões individuais, e se torna mais complicado ainda, se é preciso analisar mais de 1.000 diferentes camisas que já foram utilizadas nos gramados ingleses desde 1992-1993, ano em que a competição iniciou.

No entanto, missão dada é missão cumprida e após o convite do MKTesportivo debruçamos sobre fotos e registros da competição para tentar entrar em um consenso dentro da nossa equipe, sobre as 10 camisas mais bonitas de todos os tempos da Premier League. Não foi fácil e temos ciência de que deixamos de fora diversos mantos dignos de estar nessa seleção, mas esperamos que gostem e opinem sobre cada uma de nossas escolhas.

10- Manchester City 2009/2010 – Umbro – Terceira camisa

Manchester City e Umbro sempre foi uma parceria muito interessante, com camisas bem marcantes, desde que mudou para a Nike não teve nenhuma camisa dos Citizens que fizesse com que nossos olhos brilhassem. Mas apesar do azul-celeste ser marcante, nossa escolha fica por conta de um modelo lançado pela marca inglesa, na época em que Robinho era um dos destaques do elenco.

Branca, com uma faixa diagonal em vermelho e preto, cortando da direita para a esquerda, a camisa era uma interpretação moderna de um clássico usado pelo City nos anos 70.

Um dos grandes destaques fica por conta de algo dificilmente visto nos dias atuais, a Etihad aceitou diminuir o seu logo para não sobrepor a faixa, e foi alocada logo abaixo do escudo no lado esquerdo. Este também foi um detalhe alterado da versão original, já que na versão original a faixa, o escudo e o logo da Umbro eram espelhados.

9 – Chelsea 2012/2013 – Adidas – Camisa titular

A parceria entre Adidas e Chelsea trouxe diversas peças dignas de menção, no entanto uma das mais belas em nossa opinião foi a lançada para a temporada 2012/2013.

Na ocasião, o clube estava em seu auge como instituição pois era o campeão europeu e foi com este belo traje de gala que o clube sucumbiu ao Corinthians no Mundial de Clubes do Japão em 2012.

O tradicional azul trazia linhas diagonais texturizadas, e exibia um toque moderno ao substituir o branco pelo dourado. A cor especial aparecia no escudo, nas listras e no logo da Adidas, além do patrocínio da Samsung.

8 – Ipswich Town 1992/1994 – Umbro – Camisa titular

Mais um modelo que nos faz sentir saudade dos anos 90 e da época em que a Umbro dava as cartas no futebol mundial. O Ipswich Town, que atualmente joga na Championship, sem muita esperança de retornar à Premier League, já vestiu este imponente manto criado pela marca inglesa.

Azul com as mangas brancas e detalhes vermelhos na gola polo com cordões, o kit fazia um perfeito uso das três cores do clube e ainda esbanjava elegância.

Para os torcedores mais supersticiosos, o clube estaria vestindo esse manto até hoje, já que com ele se manteve na Premier League nas duas primeiras edições e assim que o mesmo foi aposentado, o rebaixamento aconteceu.

7 – Liverpool 2008/2010 – Adidas – Camisa titular

Uma coisa nós temos certeza, é muito mais fácil decidir quais são as camisas mais feias do Liverpool do que as mais bonitas, já que durante 2013 a 2015, a Warrior criou verdadeiras monstruosidades para o clube usar como opções reserva e alternativa. No entanto, depois de muito discutir sobre qual seria a camisa mais bonita do Liverpool na era Premier League, chegamos a um consenso de escolher a camisa feita pela Adidas na temporada 2008/09 e 2009/10.

Com um desenho acertadinho feito pela marca alemã, essa camisa também traz ótimas lembranças como o tradicional patrocínio da Carlsberg, além disso, foi a última vez em que o escudo do Liverpool foi aplicado de forma integral.

6 – Manchester United 1992/1994 – Umbro – Camisa titular

Mais um trabalho da Umbro, agora para o lado vermelho de Manchester, o United.

Para a estreia da era Premier League, a Umbro, que retornava ao clube substituindo a Adidas, preparou um verdadeiro clássico com gola polo com cordões. Ao longo do manto é possível ver texturizado o “double diamond” e a sigla MUFC.

Além de bela, a camisa deu sorte e o United, de Cantona e cia, conquistou o bicampeonato (92/93 e 93/94).

5 – West Ham 1999/2001 – Fila – Camisa titular

Salvo engano, a Fila não fabrica mais uniformes para nenhuma equipe no mundo, já que agora a marca se dedica à outros esportes, mas quando ela teve a oportunidade de aparecer na Premier League, fez muito bonito.

O modelo lançado para o West Ham na temporada 1999-2000 e mantido para a temporada seguinte é uma das camisas mais procuradas por admiradores dos Hammers, além de ser muito belo, foi com ele que o clube venceu seu último título de expressão, a Copa Intertoto em 1999.

O tradicional grená do West Ham vinha acompanhado do azul celeste que ao invés de ocupar toda a manga, aparecia apenas na parte superior da mesma e dos ombros, acompanhado de filetes brancos. O mesmo padrão era repetido na gola polo e nas bordas das mangas.

4 – Blackburn Rovers 1994/1996 – Fila – Camisa titular

Na era da Premier League apenas duas vezes o vencedor foi uma grande surpresa, na mais recente, o Leicester City surpreendeu todos ao se tornar o grande campeão na temporada 2015-2016, mas lá em 1994-1995, outro time colocaria seu nome na história da competição, o Blackburn Rovers.

Liderados pelo monstruoso artilheiro Alan Shearer, o Blackburn Rovers também vestia um belíssimo manto criado pela Asics.

Com o tradicional modelo dividido ao meio em azul e branco, o manto trazia uma elegante gola polo azul com botões que fez história nos gramados ingleses.

3 – Newcastle 1995/1996 Adidas – Camisa titular

Este com certeza é um dos mais belos kits vestidos pelo Newcastle United. A camisa traz um design bem acertadinho da Adidas com as listras verticais uniformes e gola branca redonda recortada com botões.

Para finalizar, mais um exemplo de como um patrocínio pode deixar a camisa ainda mais bonita e marcante, afinal até hoje quando se lembra dos Magpies é fácil se lembrar do patrocínio da Newcastle Brown Ale, um verdadeiro clássico.

2 – Aston Villa 1992/1993 – Umbro – Camisa titular

Mais um tradicional clube inglês que anda mal das pernas, o Aston Villa, no entanto, na estreia da Premier League em 1992-1993, os Villans utilizaram aquele que pode ser considerado um dos mais belos mantos de sua história.

A camisa feita pela Umbro traz uma combinação quase que perfeita do vinho e do azul na gola e nas mangas. A gola com cordões brancos, que hoje só é vista em modelos retrô, dava um equilíbrio e elegância ao kit que ainda trazia as siglas AVFC em marca d’água.

1 – Arsenal 2005/2006 – Nike – Camisa titular

 

Para homenagear a despedida do estádio Highburry, a Nike criou uma das mais marcantes camisas da história do Arsenal.

A camisa era uma reinterpretação de camisa usada pelo clube em 1913, ano que começou a atuar em seu antigo estádio.

O manto grená traz gola polo e detalhes em dourado no patrocínio e logo da Nike, além disso, possuía menções ao estádio no entorno do escudo. Um verdadeiro clássico contemporâneo.

 

Texto e ranking elaborado pelo especializado Mantos do Futebol – www.mantosdofutebol.com.br