Uncategorized

O que pode o futebol brasileiro ensinar ao mundo?

20 mar, 2018

Apenas quando as crianças brasileiras chegam aos 14 anos de idade, é que os conceitos de formação de equipas e táticas são abordados, até lá, estas só querem saber de técnica, remates, truques da bola e espontaneidade. Qual é o objetivo de inundar crianças com informação sobre triângulos e ângulos cegos, se estas nem são capazes de controlar a bola ou de efetuar um passe corretamente?

Nas áreas pobres do Brasil, os campos de futebol são as ruas, com os seus chãos de pedra irregulares, ou qualquer outra superfície que esteja disponível. Com sorte, conseguem jogar futebol de areia, onde o campo é ilimitado. Maior parte destes jovens não tem sapatos para jogar este esporte, então têm de o fazer descalços, o que por um lado ajuda a melhorar o remate à baliza.

Qualquer jogador brasileiro de futebol chegou a aprender futsal, especialmente dada à limitação que as crianças tinham nos tempos do futebol de rua. As habilidades que esses jogadores viriam a aprender nesse esporte, como chutar a bola a partir de ângulos apertados, viriam a ser capacidades incríveis para transferir para o futebol.

O futebol é uma dança, em que a bola é o seu parceiro. Um jogador precisa de aprender essa dança, mas não há nada melhor como um voto de confiança para uma pessoa se tornar um verdadeiro mestre em qualquer arte. A forma como o futebol é ensinado no Brasil incentiva a criança a pensar duma forma mais independente, fazendo as suas próprias decisões, e ultrapassando quaisquer erros que possam cometer ao encontrar soluções para situações futuras. Isto é o que acontece em qualquer jogo de futsal, ou de futebol de rua, ou outro tipo de jogo sem supervisão. A liberdade dada às crianças por parte dos treinadores, incentiva sempre a desenvolverem uma verdadeira paixão por esse esporte que é o futebol, ao contrário de passarem horas dos seus treinos a trocar a bola com o mesmo parceiro para aperfeiçoar uma técnica de controlo de bola.

Todos nós já assistimos a jogos de futebol na televisão onde o poder de uma equipa para manter a bola é impressionante. Por outro lado, este futebol de rua é bem mais rápido, decisões são feitas a cada nano segundo, forçando os jogadores a ter que estar constantemente a se ajustar à nova condição do jogo.

Não é só no futebol que a cultura Brasileira alcança o topo. Por exemplo, no pôquer, um esporte mental que foi muitos anos considerado um jogo de azar, semelhante aos jogos de casino Royal Vegas, existem muitos profissionais que alcançaram o topo. A ambição e sonho de quem começa por baixo é fundamental, e acaba sendo o fator que mais contribui para o sucesso.

Estas caraterísticas são depois transferidas para o futebol profissional, mas desta vez, é permitido ao jogador fazer as suas próprias decisões, mesmo que agora seja num treino mais organizado e disciplinado. Isso juntamente com técnica e a habilidade para produzir o inesperado, é uma jogada imparável.

Os jovens do Brasil muitas vezes têm que caminhar quilômetros para chegar a um espaço de terra aberto a que possam chamar de campo de futebol, tudo para poderem jogar o seu esporte favorito, algo que lhes dá uma enorme alegria. A possibilidade de demonstrarem o seu reportório aos colegas enquanto correm pelo campo fora, é uma visão linda, e é por isso que todo o mundo devia de deixar as suas crianças jogarem futebol como se joga no Brasil.