Indústria

Febre nas redes sociais, Canarinho Pistola ganha versão em pelúcia

Sem a cara de mau do mascote original, o produto não caiu no gosto popular e fracassou

25 maio, 2018

Febre entre os internautas e alvo constante de memes por suas aparições, o Canarinho Pistola virou licenciamento e chega ao varejo a partir de hoje. O mascote da Seleção Brasileira versão pelúcia custará R$ 99 e terá 40 cm de altura, 19cm de largura e 25cm de comprimento, pesando 250 gramas.

Em entrevista ao O Globo, Gilberto Ratto, diretor de marketing da CBF, confirmou que o lançamento do “pistola” só ocorrerá pela febre que o mesmo virou nas redes sociais, onde muitos chegaram a protestar contra o mascote sorridente apresentado anteriormente. Sem a cara de mau do mascote original, o produto foi um fracasso de vendas.

A promessa é que novos produtos licenciados cheguem ao mercado para aproveitar este momento de euforia em torno da Copa do Mundo 2018.


Imagem: O Globo

“Com o Canarinho Pistola fizemos essa adaptação. Os produtos estão chegando às lojas neste mês. Vamos ter camiseta, caneca, pelúcia… Agora é uma colocação no mercado. Não dá para prever o timing para lançar um negócio desse. Lançamos o Canarinho de 2015 para 2016 e ele foi ganhando corpo. Temos que fazer esse lançamento quando o produto está pronto, mesmo que seja tão perto da Copa”, explicou Ratto ao O Globo.

Ainda de acordo com a reportagem, o profissional destacou que “por enquanto, não há uma meta de vendas e ou percentual de arrecadação previsto para 2018”.

O licenciamento será vendido na loja da CBF localizada dentro do museu da entidade, na Barra da Tijuca, ou online através do site www.meucanarinho.com.br.