Indústria

Renzo Rosso, proprietário da Diesel, oficializa a compra do Vicenza

Falido desde janeiro deste ano, clube permanecia ativo a partir de uma gestão temporária conduzida por um empresário local

Renzo Rosso, proprietário da Diesel, oficializa a compra do Vicenza

31 de maio de 2018

2 minutos de Leitura

Com uma história de 115 anos, em janeiro deste ano, após não conseguiu quitar os salários atrasados (desde setembro) de seus jogadores e os mesmos tendo pedido a rescisão imediata de seus contratos, o Vicenza Calcio se viu obrigado a decretar falência. Cinco meses depois, o clube foi oficialmente vendido ao empresário Renzo Rosso.

Muito conhecido por ser proprietário da grife Diesel, Rosso fez uma proposta de € 1.1 milhão, oferta esta que foi considerada apropriada pelo Tribunal, que também analisou o restante da documentação, também aprovada. Com o dinheiro do empresário, a Corte do país pagou todos os custos da gestão temporária, conduzida por Nerio De Bortoli, no período entre 18 de janeiro e 29 de maio. O administrador assumiu a equipe de maneira provisória para tentar recuperar o máximo de dinheiro possível para os credores.

Como o ‘Sr. Diesel’ é proprietário há 22 anos de outro clube da Série C, o Bassano Virtus, o próximo passo será dar entrada na incorporação da operação de ambas equipes para que permaneça na divisão (o Vicenza caiu para a D). O “novo” clube seguirá em Vicenza e irá mandar seus jogos no Romeo Menti, deixando assim o estádio Mercante, em Bassano.

“Sinto-me obrigado a ajudar os  fãs e um território que tanto me deu e às minhas empresas. Sinto o orgulho de poder me disponibilizar para uma empresa com 116 anos de história: de Vicenza, que é patrimônio do futebol nacional”, disse Renzo Rosso em comunicado.

O Vicenza foi o segundo clube da Série C italiana a declarar falência nesta temporada. Em novembro, também após uma greve de seus jogadores, o Modena encerrou suas atividades.

 
Compartilhe