Indústria

Manchester United apresenta balanço financeiro com receita recorde

Ao todo, o clube alcançou faturamento de £ 590 milhões, aumento de 1.5% em relação ao período anterior

26 set, 2018

O Manchester United apresentou nesta manhã o seu balanço financeiro referente ao período entre julho de 2017 e junho de 2018. Ao todo, o clube alcançou faturamento recorde de £ 590 milhões, incremento de 1.5% em relação ao anterior. Os Red Devils acreditam que baterão a barreira dos £ 600 milhões nesta temporada.

De acordo com o relatório, dois motivos elevaram o faturamento: o aumento de 5.2% na receita de televisão, que subiu para £ 204 milhões no Reino Unido. Neste caso, pesou o United ter sido vice-campeão da Premier League em 2017/2018, já que um ano antes ficaram apenas na sexta colocação.

Já o segundo fator tange o âmbito de patrocínios. Ao todo, foram sete parcerias fechadas no período, incluindo a Kohler, primeira empresa a figurar na manga esquerda do gigante inglês.

Porém, um fator que o Manchester United não contava era a derrota para o Sevilla nas oitavas de final da Champions League, que resultou em uma queda de 16% da receita no último trimestre.

“Todos no clube estão trabalhando incansavelmente para aumentar os 66 troféus do Manchester United e os 25 troféus de José Mourinho. É isso que nossos fãs apaixonados e nossa história exigem. Nossa expectativa de aumento de receita para o ano demonstra o nosso contínuo e forte desempenho financeiro de longo prazo, que sustenta tudo o que fazemos e nos permite competir pelos melhores talentos em um mercado de transferências cada vez mais competitivo”, destacou Ed Woodward, vice-presidente executivo do clube inglês.

Com o faturamento recorde, o Manchester United se mantém como time de maior receita do Reino Unido. O Manchester City, que também teve a melhor temporada de sua história fora das quatro linhas, alcançando £ 500,5 milhões. Para entender os detalhes dos números dos Citizens, confira a coluna de Claudio Borges, colunista oficial do MKTEsportivo.