Streaming

Com três novidades, streaming cresce e aquece mercado brasileiro

Fox Sports, DAZN e FloSports chegam com novidades para ampliar a oferta de conteúdo esportivo ao público do país

9 nov, 2018

Na mesma semana que a Fox Sports anunciou aplicativo com assinatura independente de pacote de televisão paga, ou seja, campeonato espanhol e Libertadores com mensalidade de R$ 19, a oferta de streaming no mercado brasileiro ganhará novos players. A FloSports chegou ao Brasil para oferecer ao público transmissões de Rugby, Jiu Jitsu, futebol, vôlei, atletismo, entre outras modalidades.

O Rugby, por sua vez, é uma das apostas para conhecer melhor o mercado brasileiro, e o timing não poderia ser melhor, com a seleção brasileira enfrentando os Maori All Blacks em São Paulo nesse fim de semana. A empresa, que adotou parceria com o Portal do Rugby para ativação do Pro 14 (um dos mais importantes campeonatos do mundo) vem reforçando sua oferta no esporte por meio do canal FloRugby, com a aquisição do canal Rugby Channel, e direitos dos principais campeonatos do mundo, incluindo o estrelado campeonato francês e a Major League Rugby (Estados Unidos) e jogos de seleções. Em 2019, ano do mundial, mais de 160 jogos já estão confirmados pelo canal, que podem ser acompanhados pela web ou através da AppleTV e o aplicativo para iOS.

“O esporte está se consolidando no país e a oferta imbatível por meio do FloRugby vai garantir ao público brasileiro acesso aos principais campeonatos do mundo. Já com o FloGrappling, os assinantes vão poder mergulhar ainda mais no dia a dia dos grandes lutadores da atualidade, e depois assistir ao vivo os principais torneios do mundo”, comentou Daniel Venturole, diretor da Ingoal, grupo responsável pelo maior site de notícias sobre Rugby no país.

Para ganhar visibilidade entre fãs e praticantes de jiu-jitsu, além da transmissão de alguns dos maiores eventos do ano como o ADCC (Grand Slam de Abu Dhabi),  a FloGrappling promete uma oferta de conteúdo que vai muito além das lutas, com artigos, séries e vídeos de treinamento de nomes como Fabrício Werdum e Lucas “Hulk” Barbosa.

Já segundo o site “Sport Business”, a DAZN, uma das pioneiras no streaming esportivo, chegará ao Brasil e à América Latina muito em breve. A empresa, que passou a atuar recentemente nos Estados Unidos, mas com o foco em lutas, possui direitos da UEFA Champions League para países como Áustria, Alemanha, Canadá e Japão.

Mesmo desembarcando por aqui, importante destacar que a DAZN não teria acesso aos direitos de torneios envolvendo times sul-americanos. Tudo por conta da aliança com a IMG na joint venture FC Diez Media, que comercializa os direitos das competições da CONMEBOL. Desta maneira, a DAZN teria como opção adquirir a Ligue 1 e a Série A italiana, que como nenhum grupo de mídia se interessou pelo aumento dos preços após a chegada de Cristiano Ronaldo e o aumento considerável da audiência da liga francesa.

No Brasil, o mercado de streaming segue cada vez mais aquecido. Recentemente, o Premiere e a ESPN criaram plataformas independentes da TV paga. Além disso, Amazon, Facebook e YouTube também já disponibilizam competições para o Brasil.