Indústria

Futura equipe da MLS, Austin FC apresenta projeto de arena multiuso

Terreno do estádio incluirá a construção de um parque e ficará aberto ao público

21 dez, 2018

Com planos de estrear na Major League Soccer entre 2020 e 2021, o Austin FC deu um importante passo nesta semana ao ter seu projeto de estádio orçado em US$ 225 milhões aprovado. Com capacidade para 20 mil pessoas, a cidade e seu investidor, a empresa Precourt Sports Ventures (PSV), alinharam o planejamento e a construção deve iniciar em 2019.

O projeto, que também incluirá a construção de um parque, verá o Austin FC atuar no local por 20 anos. O comissário da MLS, Don Garber, comemorou o acordo e deu boas-vindas a franquia.

“Austin é muito próspera, dinâmica e multicultural, e estamos muito animados que a cidade e a Precourt Sports Ventures tenham finalizado seu contrato, o que permitirá a construção de um estádio de futebol e o lançamento de um clube da MLS no capital do Texas”, destacou.

Pelo contrato firmado, a PSV pagará US$ 550 mil anuais de aluguel à prefeitura, além das reservas de capital. O custo da construção não terá impacto sobre os impostos de Austin, que manterá a propriedade da terra e do estádio.

“Levar os principais esportes da liga para Austin ajudará a reunir todas as partes da nossa cidade diversificada, por isso a assinatura do contrato de locação é muito animadora para nossa comunidade”, disse o prefeito de Austin, Steve Adler. “A parceria entre a equipe, a liga e a cidade é um ótimo negócio para Austin. Eu não posso esperar para celebrar nossa primeira MLS”, completou.

O Austin FC planeja ainda investir no futebol de base local, em projetos sociais, bem como em moradia acessível e sistema de metrô. O presidente da PSV, Anthony Precourt, disse que o projeto resultará também em um aumento de empregos para a cidade. Quando terminado, por conta do parque, o local permanecerá aberto ao público em dias sem jogos.