Indústria

Proprietário do Suns estuda mudança para Las Vegas ou Seattle

Para que a saída não ocorra, Robert Sarver deseja modernizar ginásio da equipe

17 dez, 2018

O Phoenix Suns pode estar de saída da cidade. Em meio a uma série de desentendimentos com a Phoenix City Council sobre a renovação do Talking Stick Resort Arena, o proprietário da equipe, Robert Sarver, analisa uma mudança para Seattle ou Las Vegas.

O conselho estava programado para votar o acordo de modernização da arena estimada em US$ 230 milhões, que manteria os Suns no centro de Phoenix até 2042. Entretanto, devido à repercussão sobre o alto investimento, ela foi adiada para o dia 23 de janeiro. Uma pesquisa revelou que 66% dos eleitores da cidade se opõem ao uso de dinheiro público para a reforma da arena, enquanto apenas 20% aprovam a ideia.

“Sarver está falando sobre a mudança”, disse um membro do conselho ao jornalista Laurie Roberts, do jornal Arizona Republic. “Ele basicamente me disse que a equipe sairá de Phoenix se não receber uma arena renovada. Las Vegas e Seattle foram as duas cidades que ele citou”, completou.

“Eu não considero uma ameaça. Eles falaram sobre quais são suas opções. Robert nunca ameaçou. Ele mencionou que existem outras cidades que estão procurando equipes da NBA”, disse Ed Zuercher, administrador municipal de Phoenix.

O custo estimado do atual projeto de reforma ficará entre a cidade de Phoenix (US$ 150 milhões) e o clube de Saver (US$ 80 milhões). O Suns terá ainda que se comprometer a construir uma nova instalação para treinos. Segundo o Arizona Republic, o contrato de leasing por 40 anos que a franquia assinou em 1992 inclui uma cláusula que permite ao inquilino sair depois de 30 anos, caso a arena for considerada “obsoleta”.

Até o dia da nova votação, a comunidade poderá opinar sobre o projeto.